Tratamento da fibromialgia: consultório virtual apoia médicos com base nas guidelines europeias

“Constituir-se como um parceiro dos médicos, dando-lhes um apoio estruturado no tratamento da fibromialgia, especialmente nas dimensões não farmacológicas, e permitindo-lhes, com isto, alcançar resultados bastante melhores quer em termos de eficácia, quer em termos de satisfação dos doentes.” Este é o objetivo da plataforma de tratamento médico MyFibromyalgia®, que vai estar disponível a partir de 30 de setembro.

A explicação é de José António Pereira da Silva, reumatologista, professor da Universidade de Coimbra, promotor do projeto e seu diretor científico, que acrescenta que este consultório virtual se destina a ser usado pelos doentes, se aconselhados para isso pelo seu médico pessoal. 

Em declarações à Just News, o também diretor do Serviço de Reumatologia do CHUC, lembra que a fibromialgia é uma condição muito frequente, afetando cerca de 4% das mulheres e 1% dos homens, que é muito difícil de tratar, do ponto de vista dos médicos, e muito difícil de tolerar e de viver com ela, do ponto de vista dos doentes.

MyFibromyalgia® é da responsabilidade de médicos e psicólogos que têm um especial interesse e formação nas matérias pertinentes à fibromialgia. Toda a intervenção e todos os recursos que disponibiliza são baseados num "critério de escrutínio científico rigoroso, baseado em evidência publicada e ainda com referência às recomendações internacionais para o tratamento da doença".

A responsabilidade científica última cabe a José António Pereira da Silva, investigador reconhecido internacionalmente na área da fibromialgia e coautor das guidelines europeias.



“Os médicos têm frequentemente dificuldade em lidar com a fibromialgia, desde logo porque a doença não tem tradução objetiva, o que justifica insegurança e incerteza diagnóstica em muitos casos. Além disso, as intervenções terapêuticas tipicamente recomendadas, nomeadamente antidepressivos, relaxantes musculares e neuromoduladores, são habitualmente pouco eficazes em aliviar o sofrimento e a ansiedade do doente”, refere o professor catedrático.

De acordo com o reumatologista, os instrumentos terapêuticos potencialmente mais úteis estão na esfera da psicoterapia e não são facilmente acessíveis nem a médicos nem a doentes. Reconhecendo isso, diz, “esta plataforma visa ajudar os médicos no seu esforço para apoiar estes doentes, oferecendo uma diversidade de ferramentas de intervenção, na esfera da psicoterapia, veiculados através de recursos disponíveis online e via interações personalizadas e consultas de telemedicina com médicos e psicólogos. A plataforma oferece um modelo explicativo de doença que permite ao doente compreender a sua situação e participar ativamente na escolha da estratégia terapêutica e na avaliação dos resultados”.

Esta ferramenta médica visa ainda constituir-se como "modelo de investigação em fibromialgia", assim recolha o apoio e a disponibilidade dos doentes para esse fim. “A reunião num mesmo consultório virtual de um conjunto vasto de doentes com fibromialgia permitirá constituir um recurso de extremo valor para aprofundar o conhecimento da doença e para testar novas estratégias de intervenção não farmacológica”, aponta.


“Construir felicidade. Vencer a fibromialgia”

A filosofia orientadora da estratégia terapêutica de MyFibromyalgia® resulta da experiência clínica acumulada por José António Pereira da Silva e da investigação realizada pelo seu grupo e por outros. A intervenção terapêutica baseia-se na demonstração de que o stress, derivado da personalidade de cada um e das suas circunstâncias e eventos de vida, tem um papel decisivo no desencadeamento e na manutenção da fibromialgia.

A plataforma adota esta perspetiva como fio condutor da sua intervenção, refletindo isso no seu lema: “Construir felicidade. Vencer a fibromialgia.”

“A evidência científica e a experiência acumulada demonstram que o controlo do stress, ou seja, o aumento da tranquilidade ou da felicidade, se constituem como elementos fundamentais de qualquer estratégia de sucesso para melhorar a qualidade de vida e diminuir os sintomas dos doentes com fibromialgia. O doente que o consegue alivia as dores e o cansaço, e ganha toda uma nova qualidade de vida assente no reforço da harmonia e contentamento emocional.”

Apoio ao doente

José António Pereira da Silva explica que quer o material disponibilizado na plataforma, quer os profissionais que a servem visam apoiar o doente de duas formas essenciais. A primeira consiste em lhe dar um modelo explicativo de doença que se torne útil, isto é, “que o doente possa utilizar para se compreender, para fazer escolhas, para perceber a sua relação com os seus sintomas e para decidir as estratégias e os pequenos gestos que pode utilizar para tentar mitigar o seu próprio sofrimento”.

A plataforma oferece uma variedade grande de instrumentos para ajudar o doente "a conhecer-se melhor e a encontrar formas de diminuir o stress, aumentar o seu bem-estar, a sua tranquilidade". Estes objetivos são sumariados por MyFibromyalgia® como “construir felicidade”.



“O processo de construção da felicidade é reconhecidamente complexo e exigente. A felicidade não é espontânea para muitas pessoas, especialmente entre as que sofrem de fibromialgia. Esta complexidade e dificuldade do processo pode ser diminuída pela colaboração dos doentes entre si, algo que podem vir a fazer na plataforma MyFibromyalgia®, partilhando experiências, ideias, sugestões, mas sobretudo pela colaboração dos doentes com profissionais especialmente sensibilizadas e treinadas para o efeito. Estes profissionais colocarão ao serviço dos doentes as técnicas comprovadas do mindfulness, da compaixão e da Psicologia Positiva”, diz. E acrescenta:

“Colaborando ou participando na plataforma, os doentes terão ainda oportunidade de contribuir para o avanço do conhecimento na área da fibromialgia e, consequentemente, para a melhoria progressiva do seu tratamento quer nesta plataforma, quer em geral, através de publicações que derivem dos seus contributos.”

Entre os recursos disponibilizados, o consultório virtual oferece técnicas e exercícios de psicologia positiva que visam aumentar a felicidade e a tranquilidade. Tem também um conjunto de vídeos demonstrativos do exercício físico adaptado às capacidades destes pacientes. Além disso, tem um fórum de partilha de experiências e de sugestões entre os doentes.

Reúne ainda numerosos instrumentos recolhidos na internet ou produzidos pela equipa especialmente dirigidos a doentes com fibromialgia, desde livros, palestras e cursos, até estímulos ao relaxamento e reflexão ou momentos de pura beleza que possam trazer harmonia à vida das pessoas, assim aliviando as dores e os restantes sintomas.

Os doentes podem tomar contacto com o consultório virtual de forma gratuita e conhecer o essencial que tem para oferecer. A sua utilização continuada, ao longo do tempo, carece de uma subscrição.



seg.
ter.
qua.
qui.
sex.
sáb.
dom.

Digite o termo que deseja pesquisar no campo abaixo:

Eventos do dia 24/12/2017:

Imprimir