Hospital Público 27 - janeiro/fevereiro 2021

Em prol da humanização dos cuidados de saúde e com uma visão holística dos doentes, uma mão-cheia de profissionais procura atender às necessidades daqueles muito antes da fase terminal no Hospital de Dia de Cuidados Paliativos de Insuficiência Cardíaca Avançada, instalado no Hospital Pulido Valente.

O cardiologista Luís Parente Martins e a enfermeira Sara Correia são os motores deste novo conceito assistencial, que contempla, por exemplo, a existência de relógios nas paredes (muito relógios!) e até… de pastas nas prateleiras (pastas muito douradas!).

Imprimir