Jornal das Jornadas SOLAMER e XXXII Jornadas Internacionais de Estudos da Reprodução

“Numa sociedade em que se valoriza cada vez mais a língua inglesa, insistimos em cultivar a diversidade e a riqueza do nosso património linguístico e cultural. A ciência não se esgota numa língua, apesar de se reconhecer a vantagem de uma comunicação universal”, afirmou Teresa Almeida Santos, presidente da Sociedade Portuguesa de Medicina da Reprodução (SPMR), na sessão de abertura das Jornadas SOLAMER e XXXII Jornadas Internacionais de Estudos da Reprodução.

De acordo com a presidente da SPMR, o espírito destas Jornadas é um pouco diferente do das edições anteriores, sendo a primeira vez que a SPMR acolhe as Sociedades Latinas de Medicina da Reprodução (SOLAMER), que periodicamente organizam eventos científicos "em que todos se entendem porque... cada um fala a sua língua de origem latina", explica Teresa Almeida Santos. O desafio de acolher as Jornadas SOLAMER foi lançado em conjunto com Philippe Velez de la Calle, presidente da Sociedade Francesa de Medicina da Reprodução.

Imprimir


Médicos de família assinalam Dia Mundial da Asma 2019 na Sertã