Jornal do 23.º Congresso Nacional de Medicina Interna (28 de maio)

Apesar de ser um evento de âmbito nacional, o Congresso Nacional de Medicina Interna trouxe a Portugal, este ano, internistas de 13 nacionalidades. Estão presentes na Alfândega do Porto diversas sociedades científicas estrangeiras, com especial relevo para a espanhola e para as da Argentina, da Colômbia e da República Dominicana.

De registar, igualmente, a vinda de internistas representantes de países lusófonos em que as sociedades ainda não estão implementadas: Brasil, Cabo Verde, Angola e Moçambique.

Imprimir