LIVE Medicina Interna 9 - janeiro 2017

Cerca de 10 meses depois de assumir a presidência do Conselho de Administração do Centro Hospitalar de São João (CHSJ), o internista António Oliveira e Silva fala, entre outras matérias, sobre esta sua experiência, admitindo que a tarefa não é fácil, tendo em conta que os recursos são limitados.

O responsável, que é vice-presidente da Sociedade Portuguesa de Medicina Interna (SPMI), entende que, cada vez mais, deve ser privilegiada uma organização hospitalar por grandes centros de patologia, que inclua as várias especialidades médicas e as diversas tipologias de profissionais, colocando o doente verdadeiramente no centro. A Medicina Interna tem, na sua opinião, “um óbvio papel de liderança e de gestão de processos”.


Imprimir