Cancro digestivo: IPO Coimbra realiza iniciativa dirigida à população

A adoção de hábitos de vida saudáveis e a realização de rastreios foram os temas em foco numa sessão aberta à população, organizada pelo IPO de Coimbra no Dia Nacional contra o Cancro Digestivo, que se assinalou no passado dia 30 de setembro. A iniciativa esteve a cargo do Grupo Multidisciplinar de Digestivo do IPO de Coimbra, coordenado pelo oncologista Nuno Bonito.



A importância da alimentação equilibrada e da prática de exercício físico, bem como a realização dos exames recomendados para a deteção precoce das patologias do foro digestivo, foram alguns dos temas abordados. Destacou-se também a importância da visão multidisciplinar no tratamento. “Desde sempre é um elemento caracterizador da metodologia de trabalho do IPO de Coimbra”, salientou Nuno Bonito.

Além de outros profissionais de saúde, a sessão contou ainda com os testemunhos de dois doentes que relataram a sua experiência e que destacaram “o profissionalismo e humanização” dos profissionais do IPO de Coimbra.



Nuno Bonito é coordenador do Grupo Multidisciplinar da Patologia do Digestivo desde março deste ano, sendo este um Grupo que já desenvolve atividade desde 2009.

“O nosso objetivo é a discussão multidisciplinar das diversas situações clínicas, com a tomada de decisão no tratamento do doente com patologia oncológica digestiva em sede de reunião multidisciplinar, fundamentada na elaboração e aplicação de protocolos de diagnóstico, estadiamento, tratamento e seguimento como garantia da boa prática clínica e consequente avaliação sistemática de resultados”, esclareceu.


Elementos envolvidos na organização da iniciativa

A equipa é constituída por especialistas em Cirurgia Geral, Oncologia Médica, Radioncologia, Gastrenterologia, Imagiologia e Anatomia Patológica. “Este grupo conta com um núcleo de investigação para ensaios clínicos multicêntricos, mas também para promover a investigação da iniciativa do investigador translacional, além de ser um centro de referência em cancro do reto”, disse Nuno Bonito.

O médico oncologista sublinhou ainda o trabalho desenvolvido no IPO, como a realização de uma reunião específica para a discussão de patologia hépato-bilio-pancreática e, no campo das terapêuticas loco-regionais/ablativas para controlo de metástases, a oferta de técnicas como a termoablação por micro-ondas e a radioterapia estereotáxica.


A iniciativa contou também com a intervenção da presidente do Conselho de Administração do IPO de Coimbra, Margarida Ornelas.


seg.
ter.
qua.
qui.
sex.
sáb.
dom.

Digite o termo que deseja pesquisar no campo abaixo:

Eventos do dia 24/12/2017:

Imprimir