Congresso sobre a doença mental grave e o «paradigma do RECOVERY»

Dias 6 e 7 de dezembro realiza-se, no Auditório Municipal de Barcelos, a primeira edição do Congresso RECOVERY Portugal. A reunião é dirigida a um vasto leque de profissionais, nomeadamente, especialistas na área da Psiquiatria, Enfermagem, Psicologia, Serviço Social, Educação Social, Terapia Ocupacional, Psicomotricidade e Criminologia.

Além de promover o debate sobre "a importância da Saúde Mental no Mundo", o evento visa abordar "o paradigma do RECOVERY e a sua importância na reabilitação de pessoas portadoras de doença mental grave", explica Miguel Durães, presidente da Comissão Científica e Organizadora.



Os participantes do evento poderão "debater e trocar ideias com ilustres convidados internacionais", refere o responsável, dando o exemplo das presidentes da Federação Mundial para a Saúde Mental (WFMH) e da EUFAMI – Federação Europeia das Associações de Famílias de Pessoas com Doença Mental.

Outro dos convidados é "uma das dirigentes do Centro de Reabilitação Psiquiátrico mais avançado dos EUA", partilhando também a sua experiência "diversas personalidades de grande relevo no panorama da Saúde Mental em Portugal".

O conceito de recovery estará naturalmente em foco no evento. Os participantes terão, assim, a oportunidade de ouvir perspetivas nacionais e internacionais e de conhecer as mais valias de processos implementados na Associação RECOVERY IPSS, através da apresentação de um "estudo descritivo das unidades de adultos e de infância e adolescência".

O Congresso tem início com o painel "A Saúde Mental Portuguesa", moderado pelo presidente do Conselho Nacional para a Saúde Mental, António de Sá Leuschner. A intervenção estará a cargo de Miguel Xavier, diretor do Programa Nacional para a Saúde Mental, da DGS.

O programa completo pode ser consultado aqui.



seg.
ter.
qua.
qui.
sex.
sáb.
dom.

Digite o termo que deseja pesquisar no campo abaixo:

Eventos do dia 24/12/2017:

Imprimir