Diagnóstico e Terapêutica em ORL: jornadas melhoram articulação entre profissionais de saúde

Promover uma abordagem multidisciplinar sobre a voz no contexto pediátrico e a nível profissional é o principal propósito das V Jornadas dos Meios Complementares de Diagnóstico e Terapêutica em ORL. O evento, que se realiza de dois em dois anos, é promovido pelo Serviço de ORL do Centro Hospitalar do Porto/Hospital de Santo António (CHP-HSA), dirigido por Cecília Almeida e Sousa.

Entre os oradores, estão alguns convidados estrangeiros. É o caso de Peter T. Harrison que, numa mesa redonda sobre a importância da intervenção multidisciplinar na voz dos profissionais de elite, abordará o tema: "Human voice from a singer teacher perspective".

A iniciativa, que se realiza dia 19 de maio, no Auditório Prof. Alexandre Moreira, decorre sob o lema: "Voz pediátrica e profissional - abordagem multidisciplinar" e conta com a participação de especialistas de Otorrinolaringologia, Terapia da Fala e de outras áreas, inclusive da música, artes e do espetáculo.

Além da Sociedade Portuguesa de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial (SPORL), o evento tem o apoio científico da Associação Portuguesa de Audiologistas e da Associação Portuguesa de Terapeutas da Fala.

O programa pode ser consultado aqui.


Cecília Almeida e Sousa.

"Não deve haver barreiras entre médicos e técnicos"


Em entrevista à Just News, Cecília Almeida e Sousa considera haver ainda espaço para melhorar a articulação entre os médicos e os técnicos, pelo que as jornadas contribuem, assim, para colmatar essa lacuna.


“O défice de articulação entre estes profissionais de saúde e o otorrino é uma falha que tem de ser combatida para que tudo funcione bem. Por exemplo, no meu serviço temos a terapeuta da fala permanentemente connosco na Consulta da Voz e há uma articulação perfeita”, refere.

E acrescenta: “Penso que nem sempre é dada a devida importância aos técnicos de diagnóstico e terapêutica. Não deve haver barreiras. Todos nós, com diferentes funções, devemos fazer um trabalho multidisciplinar. Entendo que se há congressos, jornadas e cursos, nacionais e internacionais, para especialistas médicos, o mesmo deve ser feito para os técnicos.”


Cecília Almeida e Sousa com outros dinamizadores das IV Jornadas dos Meios Complementares de Diagnóstico e Terapêutica em ORL.

Aposta na formação

Estas jornadas são uma das várias ações organizadas regularmente pelo Serviço de ORL do CHP. Para a responsável, a formação "é de grande importância", pelo que o serviço se esforça por organizar anualmente outros eventos, que já conquistaram o seu espaço. O exemplo mais evidente são as Jornadas de ORL que, o ano passado, celebraram a sua 25.ª edição. 

Também o Curso de ORL para Medicina Geral e Familiar é já uma referência. À semelhança desta formação, as V Jornadas dos Meios Complementares de Diagnóstico e Terapêutica em ORL reúnem também cerca de 180 participantes. 


Para mais informações:
Secretariado - Sónia Gandra
Consulta Externa Serviço ORL Hospital Geral Santo António
Largo Prof. Abel Salazar, 4099-001 Porto
Telef. 222 077 500 | 222 039 922 -- Extensão: 1331 
E-mail: chpjornadasmcdt2015@gmail.com 




seg.
ter.
qua.
qui.
sex.
sáb.
dom.

Digite o termo que deseja pesquisar no campo abaixo:

Eventos do dia 24/12/2017:

Imprimir


Médicos de família assinalam Dia Mundial da Asma 2019 na Sertã