Doenças autoimunes: Hospital dos Capuchos dá formação a profissionais do ACES Lisboa Central

É já na próxima segunda-feira que se realiza, na Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP) da Alameda, mais uma ação do Curso de Atualização em Autoimunidade. O projeto resulta de uma parceria entre a Unidade de Doenças Autoimunes do Hospital de Santo António dos Capuchos, coordenada por Sofia Pinheiro, e o ACES Lisboa Central.

Esta é a segunda formação realizada no âmbito do 1.º módulo do curso, sendo realizado em colaboração com o CEMAIL - Centro de Estudos da Mulher Autoimune de Lisboa (grupo de trabalho onde se integra a UDAI).


"A mulher autoimune" foi o tema escolhido para as formações do 1.º módulo do curso

Ir ao encontro "das necessidades formativas"

Em declarações à Just News, a coordenadora da Unidade de Doenças Autoimunes, Sofia Pinheiro, explica que este projeto formativo é resultado da parceria iniciada o ano passado com o ACES Lisboa Central, "que visa promover a aproximação com os profissionais das Unidades de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP) e Unidades de Saúde Familiar (USF)".

A partir dessa altura, foi então desenvolvido um trabalho com diferentes grupos e áreas do ACES, no sentido de organizar diversas ações. "Um destes grupos foi o de formação e investigação, com o qual foi traçado um plano de formação na área das doenças autoimunes para os CSP".

Este projeto consiste na realização de um curso, "onde cada módulo aborda um tema relevante para estes profissionais, havendo a clara preocupação de que vá de encontro às suas necessidades formativas".


A primeira ação de formação realizou-se o mês passado, na UCSP da Lapa

Grupo multidisciplinar dedicado às mulheres com patologia autoimune

“A pedido do próprio grupo de formação e investigação o primeiro módulo deste conjunto de formações é dedicado à mulher com doença autoimune e, nesse contexto, a UDAI do CHLC/Hospital de Santo António dos Capuchos organizou o dia de formação com a colaboração do CEMAIL”, conta. E acrescenta:

“O CEMAIL é um grupo de trabalho multidisciplinar dedicado ao seguimento e tratamento das mulheres com patologia autoimune, que compreende as valências da Obstetrícia e da Ginecologia da Maternidade Dr. Alfredo da Costa, conta com a Medicina Interna/Autoimunes da própria Maternidade, do Hospital de Santo António dos Capuchos e do Hospital Curry Cabral.”



A 1.ª edição do primeiro módulo aconteceu dia 23 de janeiro, na Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP) da Lapa, e, de acordo com a especialista, "além da óbvia atualização de conhecimentos, cumpriu um dos mais importantes objetivos iniciais: estreitar relações e estabelecer contactos”.



"O doente é o principal beneficiado"

A médica adianta que a equipa está motivada para dar continuidade a este curso e assegura: "é nossa pretensão abordar um novo tema já no próximo trimestre."

Contudo, a planificação dos módulos e respetivos assuntos a tratar não está ainda decidida, "pois é nossa intenção conhecer melhor as necessidades dos profissionais a quem nos vamos dirigir e só depois, e tendo em conta o resultado de questionários que estamos a distribuir, definir o programa dos módulos que organizaremos”.

Sofia Pinheiro explica que um dos principais intuitos desta atividade é dar a conhecer a UDAI e reforça a necessidade e importância "de se estabelecer um contacto mais estreito com os cuidados primários da nossa área de influência, criando canais de comunicação entre o médico de Medicina Geral e Familiar e o médico hospitalar”. E sublinha: "O doente é o principal beneficiado."

Outra vantagem deste projeto está relacionada com a própria deslocação que os especialistas fazem às unidades dos cuidados primários. “Permite conhecer um pouco melhor o funcionamento destas unidades, os seus profissionais e as suas necessidades na área do apoio ao doente com doença autoimune”.


Desde 2010 que Sofia Pinheiro coordena a Unidade de Doenças Autoimunes do Hospital de Santo António dos Capuchos

A próxima ação de formação, ainda sobre "A mulher autoimune", realiza-se dia 18 de fevereiro, segunda-feira, na UCSP da Alameda. A ação é dirigida a todos os profissionais do ACES Lisboa Central, devendo a inscrição (gratuita) ser efetuada através do GRIFA – Grupo de Formação e Investigação do ACES.


seg.
ter.
qua.
qui.
sex.
sáb.
dom.

Digite o termo que deseja pesquisar no campo abaixo:

Eventos do dia 24/12/2017:

Imprimir