IPO Lisboa vai ter novo edifício na Praça de Espanha. Protocolo é assinado na 2.ª feira.

O Instituto Português de Oncologia de Lisboa Francisco Gentil (IPO Lisboa) e a Câmara Municipal de Lisboa (CML) vão assinar, segunda-feira, um protocolo de parceria que viabilizará a construção de um novo edifício na Praça de Espanha, onde o IPO pretende concentrar todos os serviços de ambulatório.

O protocolo será assinado pelo presidente do Conselho de Administração do IPO, Francisco Ramos, e pelo presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, no anfiteatro do Instituto, em cerimónia pública que terá lugar às 12h00.

A construção do novo edifício está projetada em terrenos que a CML cede ao IPO de Lisboa ao abrigo deste protocolo. O espaço em causa fica em frente da área até há pouco ocupada pelo mercado de feirantes da Praça de Espanha e disporá de novos e melhores acessos pedonais e viários que a autarquia vai construir.

Esta intervenção insere-se, em termos de enquadramento, nos objetivos urbanísticos para a Praça de Espanha que a Câmara Municipal de Lisboa aprovou e já submeteu a consulta pública.          

De acordo com o IPO Lisboa, as obras do novo edifício "deverão começar em 2018, têm um custo estimado de 30 milhões de euros e permitirão garantir o funcionamento do IPO no centro de Lisboa, num horizonte temporal de 15 a 20 anos".  

No edifício a construir, o IPO pretende reunir consultas externas, serviços de atendimento não programado, central de colheitas, laboratórios, hospital de dia de adultos, meios complementares de diagnóstico e terapêutica, fisioterapia, laboratórios, unidades técnicas de gastroenterologia, pneumologia, urologia, dermatologia e ainda a dádiva de sangue, "resolvendo assim o problema da dispersão, que está entre os mais prementes da instituição".            

É ainda sublinhado que a intervenção prevista "permitirá requalificar as instalações do IPO, melhorar a qualidade do atendimento, do acolhimento e da segurança dos doentes, bem como as condições de trabalho dos profissionais do Instituto".

Imprimir