Patologia do sono: Pneumologia do HDS melhora a articulação com os cuidados primários

É com o empenho de "todos os profissionais" do Serviço de Pneumologia do Hospital de Santarém que se realiza, esta sexta-feira, a 3.ª edição de Ventilar - Jornadas de Pneumologia e Cuidados Respiratórios em contexto hospitalar e domiciliário.

A par desta vontade em "diversificar ao máximo a comissão organizadora, de modo a poder ter as diferentes perspetivas", Joaquim Saraiva, diretor do Serviço e presidente das Jornadas, salienta que esta "filosofia de integração" estende-se aos destinatários do evento. O facto da reunião ser aberta, de igual forma, a médicos, enfermeiros, fisioterapeutas e cardiopneumologistas é, aliás, já uma "imagem de marca".


Elementos da Comissão Organizadora

Facilitar a comunicação com os cuidados primários

Joaquim Saraiva explica também que, este ano, "o foco é precisamente promover a melhor articulação com os cuidados de saúde primários. Vemos uma grande necessidade de sensibilizar os colegas de Medicina Geral e Familiar (MGF) para a patologia do sono, subdiagnosticada, em que num futuro próximo eles serão fundamentais."

A intervenção inicial das Jornadas aborda precisamente a articulação entre os cuidados de saúde primários e o hospital no que respeita à patologia do sono. Um painel de discussão que integra o próprio diretor do Serviço de Pneumologia e Marília Boavida, diretora clínica do ACES Lezíria.

O tema será moderado por Susana Sousa, secretária da Comissão de Trabalho de Patologia Respiratória do Sono da Sociedade Portuguesa de Pneumologia "e tem como objetivo, através da sua experiência, promover o desenvolvimento de atitudes que facilitem esta comunicação entre as instituições", explica Joaquim Saraiva.



Além de uma mesa redonda intitulada "Seguimento e referenciação de doentes com SAOS nos cuidados de saúde primários", o programa contempla também a realização de alguns workshops "com o intuito de habilitar os colegas de MGF a acompanhar estes doentes e avaliar a necessidade do seu reenvio à consulta hospitalar".

Em declarações à Just News, o pneumologista recorda que, "desde a primeira edição, a filosofia destas jornadas sempre teve como objetivo envolver todos os profissionais de saúde relacionados com esta patologia". 

Medidas para "aliviar os pedidos de primeiras consultas"

No sentido de reforçar esta articulação entre o hospital e os cuidados de saúde primários, "o Serviço de Pneumologia tem desenvolvido alguns projetos que, indo ao encontro da Norma da DGS, visam partilhar responsabilidades no seguimento dos doentes com patologia do sono".

Segundo o médico, o objetivo passa por "aliviar os pedidos de primeiras consultas, que atualmente têm uma lista de espera considerável" e adianta um exemplo concreto: "A USF Alviela, que iniciará a curto prazo um protocolo piloto de acompanhamento destes doentes".



Participantes de "várias regiões do país"

Devido à componente de "inclusão" das Jornadas e ao facto de não ser habitual uma reunião científica dar igual relevância aos cuidados respiratórios em contexto hospitalar e domiciliário, Joaquim Saraiva destaca o interesse que a iniciativa tem suscitado, referindo que, "desde a primeira edição, é uma realidade a presença de profissionais de várias regiões do país".

E adianta que a adesão é cada vez maior: "Pelas inscrições conhecidas para este ano, são em número muito superior aos locais". No dia seguinte a prestar estas declarações à Just News, as inscrições tiveram mesmo que encerrar, pois foram ultrapassados os 200 inscritos e esgotada a capacidade máxima da sala.





Distribuído, de forma transversal, em cada unidade hospitalar do SNS, o jornal Hospital Público promove a partilha de boas práticas, processos de melhoria contínua, projetos inovadores e iniciativas implementadas, ou em desenvolvimento, por profissionais dos hospitais públicos. 

seg.
ter.
qua.
qui.
sex.
sáb.
dom.

Digite o termo que deseja pesquisar no campo abaixo:

Eventos do dia 24/12/2017:

Imprimir