Jornal Médico 47 - maio 2017

A telemedicina é uma das grandes apostas da Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC), que em fevereiro permitiu a implantação de um Programa de Telemedicina desenvolvido pelo Serviço de Cardiologia B do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, que envolve seis centros de saúde do ACeS do Baixo Mondego e cujos resultados têm sido muito satisfatórios.

Adicionalmente, e ainda na área da Cardiologia, irá arrancar, em breve, um projeto de telemonitorização (monitorização remota) para doentes com insuficiência cardíaca e após enfarte agudo do miocárdio. A coordenação, a nível nacional, será igualmente assegurada por aquele Serviço, que é dirigido por Lino Gonçalves. A Just News foi conhecer de perto o trabalho desenvolvido nesta área.

Imprimir