Santa Maria da Feira: «uma reflexão multiprofissional» sobre as USF e os cuidados de saúde primários

Santa Maria da Feira vai receber o 5.º Encontro das unidades de saúde familiar (USF) de Entre Douro e Vouga. De acordo com a Comissão Organizadora do evento, constituída por membros da USF Egas Moniz, o evento pretende promover "uma reflexão multiprofissional sobre o passado, o presente e o futuro das USF e dos cuidados de saúde primários (CSP)".


"Dar nova vida à Reforma dos CSP"

A Conferência de Abertura, intitulada "Relançamento da reforma dos CSP", será proferida por Henrique Botelho, coordenador nacional para a reforma do SNS na área dos cuidados de saúde primários (CSP).

Em entrevista à Just News, publicada no Jornal Médico, o responsável referia que o modelo de USF "trouxe grandes mais-valias aos profissionais de saúde e à população". Além da meta de existirem apenas USF, Henrique Botelho realçava o papel de outros profissionais de saúde, como psicólogos, assistentes sociais, fisioterapeutas, nutricionistas, higienistas orais e dentistas.




Henrique Botelho afirmava precisamente que "a palavra-chave neste momento, e que consta do Programa do Governo, é relançamento. É preciso dar nova vida à Reforma dos CSP." E adiantava que o objetivo passa por "expandir e melhorar a capacidade da rede de CSP, dando início a um novo ciclo que relance um processo interrompido para a melhoria da qualidade e da efetividade da primeira linha de resposta do SNS".

"Ser USF"

O 5.º Encontro das USF de Entre Douro e Vouga, que decorrerá sob o lema "Ser USF", nos dias 21 e 22 de abril, terá lugar no Auditório da Biblioteca Municipal de Santa Maria da Feira. O programa contempla a intervenção dos vários profissionais que integram as USF, como é o caso da primeira sessão, focada nas "especificidades" destas unidades. Sob a moderação de Margarida Aguiar, coordenadora da USF Valongo, serão abordados aspetos relacionados com a acreditação, enfermagem familiar e processo de contratualização.

Da parte da tarde, a "reflexão multiprofissional" que a Comissão Organizadora pretende dinamizar nesta reunião passa por discutir as interações das USF com as comunidades onde estão integradas, com debate sobre as Equipas de Cuidados Continuados Integrados, as termas e projetos comunitários da Câmara Municipal de Santa Maria da Feira.


No segundo dia estará em foco a USF "enquanto entidade formativa e paradigma de Qualidade em Saúde". Moderada por Nunes de Sousa, da Direção de Internato Egas Moniz, a sessão contempla questões relacionadas com a excelência do atendimento e a formação médica e de enfermagem nos cuidados de saúde primários.

A última mesa redonda, moderada por Eduarda Vidal coordenadora da USF Terras Santa Maria, convida os participantes a refletir sobre os "desafios nas USF", com intervenções sobre o impacto do burnout nos profissionais saúde, a importância e os obstáculos a ultrapassar no trabalho em equipa e as perspetivas futuras das USF.



Promover a "divulgação de experiências"

A organização do evento incentiva os profissionais de saúde a participarem com a apresentação de trabalhos científicos. O objetivo é permitir a divulgação de experiências relacionadas com a "área das novas tecnologias ao serviço dos cuidados de saúde primários, melhoria contínua da qualidade dos cuidados de saúde, projetos de intervenção comunitária, humanização dos cuidados de saúde, cuidados paliativos, trabalho em equipa multidisciplinar".

A comunicação à comissão organizadora do título do poster e o nome dos autores deve ser efetuada até dia 31 de março para o e-mail: poster5encontrousfedv@gmail.com


Contacto: 5encontrousfedv@gmail.com 
O programa pode ser consultado aqui.





seg.
ter.
qua.
qui.
sex.
sáb.
dom.

Digite o termo que deseja pesquisar no campo abaixo:

Eventos do dia 24/12/2017:

Imprimir


Médicos de família assinalam Dia Mundial da Asma 2019 na Sertã