95% da população adulta está em risco de ter um episódio de zona

Qualquer pessoa que tenha tido varicela, ou seja, mais de 95% da população adulta está em risco de ter um episódio de zona, uma doença que atinge, sobretudo, indivíduos com mais de 50 anos e tem um profundo impacto na sua qualidade de vida, devido à presença de dor intensa.

Teixeira Veríssimo, presidente da Sociedade Portuguesa de Medicina Interna, indicou à Just News, à margem da apresentação dos resultados do estudo de perceção “Zona e sua prevenção – o que sabem os portugueses”, que ficou demonstrado que a maioria da população já ouviu falar da doença, porém grande parte não tem noção das suas consequências, nem da possibilidade de prevenção.

“Este estudo foi feito para conhecer a noção que a população tem sobre esta problemática da zona, também conhecida por herpes zoster”, afirma o entrevistado. E observa: “Embora já comercializada há vários anos nos EUA e há algum tempo na Europa, foi recentemente introduzida em Portugal uma vacina que previne a doença.”

A única vacina contra a zona e a nevralgia pós-herpética, foi lançada este mês, pela Sanofi Pasteur, e está disponível nas farmácias, para vacinação de adultos a partir dos 50 anos, numa única administração, mediante receita médica.

Os resultados do estudo, apresentado na manhã desta quarta-feira, indicam que sete em cada 10 indivíduos afirmam já ter ouvido falar da zona, mas revelam grande desconhecimento em relação à doença.

75% não sabe que está em risco de vir a desenvolvê-la, seis em cada 10 desconhecem que a zona é causada pela reativação do vírus da varicela e 80% não sabe que a mesma pode ser prevenida.

O inquérito “Zona e sua prevenção – o que sabem os portugueses” foi promovido pela Sociedade Portuguesa de Medicina Interna e pela Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar.

Imprimir