Cirurgia Vascular: SPACV prepara médicos internos «no início do percurso de seis anos»

A Sociedade Portuguesa de Angiologia e Cirurgia Vascular (SPACV) promoveu, há dias, um curso dirigido aos novos internos da especialidade que iniciaram o seu percurso em 2019. De acordo com Armando Mansilha, presidente da Sociedade, a iniciativa, que teve lugar em Coimbra, insere-se no âmbito dos objetivos formativos da SPACV.


Últimos preparativos da iniciativa dinamizada pela SPACV
 
O professor convidado da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto explica que a intenção do curso, que se realizou pelo segundo ano consecutivo, e no qual participaram a totalidade dos internos do primeiro ano do país (onze), é que os “participantes tenham um primeiro contacto não só com a teoria, mas também com a prática e, particularmente, com as técnicas que os vão acompanhar no futuro na sua vida profissional”.



O objetivo é, no fundo, dar a conhecer aos internos a história da especialidade em Portugal, qual a estrutura do internato médico, quais os objetivos, o que se pretende em termos de formação especializada, bem como a história da Sociedade e sua revista.


Armando Mansilha

Na 2.ª edição do Curso de Introdução à Angiologia e Cirurgia Vascular foram abordados também aspetos relacionados com a importância de publicar, saber ter acesso ao conhecimento, comunicar questões relacionadas com deontologia e ética e responsabilidade da profissão como cirurgião vascular, tal como os grandes grupos de patologias com que se vão deparar na vida profissional futura.

Foi feita uma pequena exposição teórica sobre os grandes grupos de patologia vascular, como seja o aneurisma da aorta abdominal, as varizes dos membros inferiores, a estenose carotídea, o trauma vascular, o pé diabético ou a trombose venosa profunda.


Comissão Científica da Academia SPACV: (atrás) Frederico Gonçalves, Armando Mansilha, Mário Vieira, Luís Mendes Pedro e José Pereira Albino; (à frente) Emanuel Dias, Alexandra Canedo, Maria Emília Ferreira e Clara Nogueira; (ausente na foto) Rui Machado

Houve tempo também não só para uma abordagem sobre os exames complementares de diagnóstico e princípios de intervenção vascular, como também para um primeiro contacto com material endovascular e cirúrgico e com as técnicas de sutura vascular, bem como com as ferramentas diagnósticas mais utilizadas em Angiologia e Cirurgia Vascular, designadamente a ecografia vascular e a angiotomografia,



O presidente da SPACV e coordenador da Unidade de Angiologia e Cirurgia Vascular do Hospital CUF Porto destaca, ainda, o facto desta ação permitir dar aos internos "uma perspetiva sobre o envolvimento global da Sociedade, no sentido de perceberem a Cirurgia Vascular a nível mundial". Foi explicado aos participantes, por exemplo, "a importância de poderem ter um exame europeu, como o mesmo deve ser preparado e quais são os objetivos em termos de aproveitamento".

Na opinião de Armando Mansilha, "esta iniciativa assume uma importância decisiva na vida profissional daqueles que estão a iniciar um percurso de seis anos, independentemente da receção que é feita pelo serviço onde vão trabalhar e fazer a sua formação”.


Comissão Científica e médicos internos de Angiologia e Cirurgia Vascular


seg.
ter.
qua.
qui.
sex.
sáb.
dom.

Digite o termo que deseja pesquisar no campo abaixo:

Eventos do dia 24/12/2017:

Imprimir