Assistentes técnicos do CHP querem «reforçar a humanização em cuidados de saúde»

O evento que se realiza este sábado, no Centro Hospitalar do Porto, é um sinal claro do dinamismo dos assistentes técnicos desta instituição. Em declarações à Just News, Libânia Monteiro, da Comissão Organizadora, refere que a adesão às Jornadas dos Assistentes Técnicos do CHP 2017, cujas inscrições ficaram esgotadas há cerca de 4 semanas, "ultrapassou as nossas expectativas".

Além da participação de assistentes técnicos "de várias unidades hospitalares do país, nomeadamente, do Porto, Póvoa de Varzim, Guimarães, Aveiro, várias localidades do Alentejo, inclusivamente até dos Açores", a reunião despertou também muito interesse junto dos profissionais dos cuidados de saúde primários.

Humanização: Assistente técnico enquanto "elemento agregador"


O importante contributo do assistente técnico na humanização dos cuidados de saúde não é um tema que seja muito debatido. Contudo, este profissional "é o primeiro contacto que o utente encontra em todo o processo de interação com a instituição", refere Bruno Cunha, igualmente da Comissão Organizadora, explicando ser exatamente este o foco central das Jornadas.

Uma equipa que "revitalizou" as Jornadas dos Assistentes Técnicos do CHP: Jorge Ferreira, Sílvia Adrião, Sara Afonso, Hélder Pereira, Libânia Monteiro, Sérgio Ruas, Joaquina Oliveira, Tatiana Bastos, Cláudia Santos e Bruno Cunha


"O papel do assistente técnico é tido, por nós, como o ponto de partida para todos os utentes. Entendemos que o utente deve ser compreendido como Um Todo em Si mesmo e não meramente Um Todo constituído por Partes", afirma este profissional, acrescentando:

"Por acreditarmos no processo de humanização nos cuidados de saúde é que vemos o assistente técnico como o elemento agregador que demonstra a sensibilidade, empatia, altruísmo, aliados às competências técnicas, para responder às necessidades dos utentes".

Cláudia Santos sublinha a ideia: "Não podemos esquecer que o nosso público é, por si só, fragilizado, e a forma como interage connosco é carregado de emoções. Os assistentes técnicos são os primeiros a personalizar, diremos mais, a pessoalizar o atendimento e a corresponder às suas expectativas."



Administração reconhece valor à iniciativa


O planeamento e organização do evento conta desde o primeiro instante com o apoio efetivo do Conselho de Administração do CHP, que acabou por ter um papel de elemento facilitador. Desta forma, "acabou por se tornar um processo mais ágil e desburocratizado, permitindo uma maior flexibilidade para encontros e debates entre os elementos constituintes da Comissão", refere Bruno Cunha.

A presidente das Jornadas é, aliás, vogal executiva do Conselho de Administração. "A Dr.ª Élia Costa Gomes prestou-nos uma importante ajuda, aliás, foi uma aliada fundamental que tornou possível a realização deste evento, principalmente junto dos outros centros hospitalares e demais unidades prestadoras de cuidados de saúde", explica Libânia Monteiro.

Já Paulo Barbosa, presidente do Conselho de Administração, vai marcar presença na sessão de abertura, juntamente com Manuel Delgado, secretário de Estado da Saúde. Entre os vários oradores convidados estará Pimenta Marinho, presidente do Conselho Diretivo da ARS Norte.


Partilhar ideias com vista "a reforçar a humanização em cuidados de saúde"

No processo de organização do evento, foi importante "termos um foco, isto é, uma vontade convergente, que possibilitou o caminho que nos leva a realizar estas jornadas". A explicação é de Cláudia Santos, que acrescenta: "Estamos concentrados em explorar o tema, partilhar conhecimentos e competências com a heterogeneidade dos intervenientes". 

A assistente técnica sublinha ainda: "Queremos, acima de tudo, partilhar ideias de forma a reforçar a humanização em cuidados de saúde, numa sociedade que evolui mais para o plural e padronização, desvalorizando e, por vezes, até esquecendo a singularidade e humanização."

Contribuir para um "SNS cada vez mais exigente"


A realização destas Jornadas é, só por si, um sinal claro de uma certa "revitalização", refere Libânia Monteiro, uma vez que esta reunião anual não se realizava desde 2012: "Já passaram 5 anos sem debate e partilha". 


Para Bruno Cunha, "as gerações ao longo do tempo também foram evoluindo e este paradigma da humanização em cuidados de saúde torna-se cada vez mais emergente. Tal como noutros locais, o atendimento, a personalização e a humanização são fatores de diferenciação. Queremos, como profissionais, acompanhar esta evolução social."

Sendo raros os eventos que, anualmente, se realizam nesta área em Portugal, pode esta "revitalização" das Jornadas dos Assistentes Técnicos do CHP ser um contributo para a criação de outras iniciativas de valorização e de visibilidade do assistente técnico pelo país? Cláudia Santos, da Comissão Organizadora, acredita que sim:

"Queremos acreditar que tal é possível e a nossa iniciativa possa contribuir para que tal aconteça. Acima de tudo, que impulsione todos os grupos profissionais ao debate de forma a serem capazes de responder acerrimamente a um SNS cada vez mais exigente".

O programa pode ser consultado aqui.
Contacto: jornadasat2017@chporto.min-saude.pt 



seg.
ter.
qua.
qui.
sex.
sáb.
dom.

Digite o termo que deseja pesquisar no campo abaixo:

Eventos do dia 24/12/2017:

Imprimir