Braga vai ter seis novas Unidades de Saúde Familiar

No âmbito das comemorações do Dia Mundial da Saúde promovidas pelo Município de Braga, José Manuel Cardoso, diretor do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) de Braga, entidade parceira do Município, adiantou que já está a decorrer a fase de apreciação das candidaturas com vista à abertura de seis novas Unidades de Saúde Familiar (USF) em Braga, para fazer face aos 24 mil utentes sem médico de família.

De acordo com José Manuel Cardoso, em declarações divulgadas pela Câmara Municipal de Braga, “muito em breve Braga deixará de ter utentes sem Médico de família. No total vão surgir seis novas USF, duas em Infias, sendo que uma dessas Unidades transitará de Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP) para USF Braga Norte e a outra que será uma nova constituição e será designada de USF Sete Fontes. No último piso do centro de Saúde do Carandá nascerá a USF Minho e a UCSP da freguesia de Ruães passará a ser USF, assim como a de Tadim e finalmente em Sequeira e Cabreiros teremos a USF Braga Oeste”.

Para Sameiro Araújo, vereadora do Município de Braga que tutela a Saúde e Bem-Estar do Município, a Associação entre a Autarquia e outras entidades é a melhor forma de envolver a população e “quando uma entidade prepara um programa desta natureza, o Município deve acarinha-lo e promovê-lo. Daí o nosso total apoio e disponibilidade a uma causa que é extremamente importante”, referiu.

“Um cidadão saudável é um cidadão feliz, por isso, dar informação aos Bracarenses e esclarecer dúvidas em áreas que não são muito divulgadas, como é o caso das doenças transmitidas por Vectores, é sempre importante”, salientou Sameiro Araújo, para quem as parcerias com o ACES, uma entidade distinta na área da saúde, são “profícuas no sentido de reunir sinergias para dar continuidade ao muito trabalho que Braga tem pela frente nesta matéria”.

Imprimir