Capuchos inaugura novo Hospital de Dia de Gastrenterologia

O Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Central (CHULC) inaugurou as novas instalações do Hospital de Dia Polivalente do Centro de Responsabilidade Integrado (CRI) de Gastrenterologia, que serve ainda as especialidades de Medicina Interna e de Dermatologia.

Com um novo espaço, mais amplo e luminoso, o objetivo foi garantir melhores condições aos doentes e profissionais de saúde. A cerimónia decorreu na passada sexta-feira, 20 de novembro.


João Coimbra


“Criámos uma nova área, mais alargada, que permite tratar os doentes de forma condigna, com melhores condições e, ao mesmo tempo, dotar os profissionais de saúde de valências que lhes permitam atingir os melhores resultados no tratamento dos doentes”, adianta João Coimbra, diretor do Centro de Responsabilidade Integrado de Gastrenterologia.



Este Hospital de Dia, que já existia na instituição há mais de dez anos, está agora equipado com gabinetes de apoio médico e de enfermagem, dez cadeirões e duas camas, que permitem “responder às necessidades de cada doente com as suas características clínicas e particularidades”, explica.

“Esta inauguração é fruto das ideias dos profissionais de saúde, que as partilham connosco e recebem o nosso apoio e incentivo”, afirma Rosa Valente de Matos, presidente do Conselho de Administração do CHULC, destacando que “estes momentos são extremamente importantes no período pandémico que estamos a viver”.


João Coimbra e Rosa Valente de Matos

Na mesma ocasião, foi também inaugurado o novo bloco de exames do CRI de Gastro, que sofreu uma recuperação ao fim de 30 anos. “Renovámos todo o bloco de exames, onde se realizam as endoscopias e colonoscopias, melhorando as condições das instalações e a própria funcionalidade do espaço”, revela João Coimbra.

Além da franca melhoria para o doente, salienta ainda a possibilidade de se fazerem “estudos clínicos que potenciam a inovação e melhoram a atividade junto dos doentes”.


Eduardo Gomes da Silva e Maria João Paiva Lopes

Eduardo Gomes da Silva, coordenador da Unidade Funcional de Medicina 2.3, afirma que este novo Hospital de Dia se traduz numa “maior disponibilidade e flexibilidade para receber doentes das várias vertentes pluridisciplinares da MI”.

O internista destaca que, desta forma, além do campo das doenças autoimunes, poderão dar atenção ao foro da insuficiência cardíaca e a outras situações de “doentes que estavam a ser geridos e a fazer medicação em ambientes menos indicados”.




Já a diretora do Serviço de Dermatologia, Maria João Paiva Lopes, denota que esta nova estrutura irá “melhorar a qualidade e a eficiência do trabalho prestado” e trazer “uma maior satisfação ao doente e ao profissional de saúde”. Por outro lado, “prova que continuamos a tratar os nossos doentes não-covid da melhor forma possível”.



Em representação do diretor clínico do CHULC, Gabriela Marques Pinto, diretora clínica adjunta do Hospital Santo António dos Capuchos, salienta o esforço da instituição em manter a separação de percursos entre doentes, o que tem permitido manter o funcionamento desta área e inclusivamente “fazer um upgrade de qualidade no atendimento dos doentes, apesar da fase que atravessamos”.


Gabriela Marques Pinto e Cristina Carvalho

Também Cristina Carvalho, enfermeira-gestora do CRI de Gastrenterologia, garante que esta melhoria foi incrementada “acima de tudo para prestar a melhor qualidade aos doentes e para motivar os profissionais de saúde” e, se esta restruturação representou o esforço de um mês e meio, a enfermeira garante que “vale a pena chegarmos a este dia e termos estas condições para dar aos nossos doentes”.


Eduardo Gomes da Silva, Gabriela Marques Pinto, Maria João Paiva Lopes, Cristina Carvalho, João Coimbra, Rosa Valente de Matos, Maria José Costa Dias e Maria João Freitas

A cerimónia contou ainda, entre outros, com a presença de Maria José Costa Dias, enfermeira diretora do CHULC, e Maria João Freitas, administradora do CRI.


Rosa Valente de Matos com a equipa envolvida na renovação do Hospital de Dia e do bloco de exames do CRI de Gastro



Hospital Público - distribuído nos serviços e departamentos de todas as unidades hospitalares do SNS e distribuído em formato digital.
Porque as boas práticas merecem uma ampla partillha entre profissionais!

Imprimir


Próximos eventos

Ver Agenda