Hospital de Santa Maria: voluntários «são um apoio crucial à missão dos profissionais»

Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República, esteve hoje presente na comemoração do Dia do Voluntário do Hospital de Santa Maria e dos 20 anos da Associação dos Amigos do Hospital de Santa Maria (AAHSM). Elogiando aqueles que fazem voluntariado, o Chefe de Estado fez referência ao carácter pioneiro de Fernando Morgado, criador desta associação, em 1996, avançando que o irá condecorar com a Ordem de Mérito.



“Esta é uma forma de galardoar o feito de todos os voluntários. Trata-se de uma obra coletiva, de um esforço conjunto e de uma tarefa partilhada”, indicou.

Marcelo Rebelo de Sousa contou que pertence, “há muito tempo”, aos denominados “voluntários informais”, no domínio dos cuidados paliativos, e aceitou o desafio que lhe foi colocado por Maria do Céu Machado, presidente da AAHSM, de ser voluntário neste hospital quando deixar a chefia de Estado.



Maria do Céu Machado, também diretora do Departamento de Pediatria do HSM, referiu que a Associação tem múltiplas missões, porém, a mais importante é o trabalho junto dos utentes. “Os nossos 270 voluntários disponibilizam o seu tempo no apoio aos doentes e suas famílias neste grande hospital universitário, onde se deslocam cinco mil pessoas por dia e onde estão internados cerca de mil doentes. São um apoio crucial à missão dos profissionais.”



Segundo afirmou, a AAHSM orienta e dinamiza o voluntariado no HSM e promove a sensibilização da comunidade para a sua importância, como um meio insubstituível de melhorar e organizar a humanização junto dos doentes do hospital. “A nova Direção está empenhada, reformulámos a formação, fortalecemos a formação continuada e procuramos soluções.”

O painel da sessão de encerramento foi também composto pelo ministro da Saúde, Adalberto Campo Fernandes, pelo presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Lisboa Norte, Carlos das Neves Martins, e pelo vice-presidente da AAHSM, João Azevedo Neves.



Durante a cerimónia, o Presidente da República entregou “troféus” aos dois voluntários mais jovens da associação, com 19 e 22 anos, e aos dois mais velhos, com 82 e 88 anos. Foram ainda atribuídas medalhas a 11 voluntários com mais de 10 anos de atividade.

Neste dia, a AAHSM procedeu, também, à assinatura de protocolos com o HSM, a Associação de Estudantes da Faculdade de Medicina de Lisboa e a Loja do Avô.




Imprimir