Dia Mundial dos Cuidados Paliativos: atores apoiam campanha da APCP

No âmbito do Dia Mundial dos Cuidados Paliativos, que se assinala no dia 11 de outubro, sob o lema "Quem se preocupa em fazer chegar os cuidados paliativos a todos os que deles necessitam?", a Associação Portuguesa de Cuidados Paliativos (APCP) lançou uma campanha, à qual se associaram os atores Susana Arrais, João Didelet, Joana Seixas e Diogo Amaral.

Intitulada “Meio Minuto de Silêncio – Por quem necessita de Cuidados Paliativos por inteiro”, a campanha de sensibilização da APCP apela a todos os portugueses, para se unirem em meio minuto de silêncio, no dia 11 de outubro, pelas 11h00.

“Não podia ficar indiferente a esta campanha que pretende provocar uma reação na sociedade civil e na classe política. Tenho a certeza que, juntos podemos sensibilizar a população para a falta de cuidados paliativos no país”, diz Susana Arrais.

“O principal objectivo é homenagear e dignificar todos os que sofrem em vida”, salienta João Didelet.

“É uma honra poder fazer parte deste movimento que pretende mudar uma realidade tão triste em Portugal. Enquanto figura pública sinto-me lisonjeada por ter oportunidade da dar voz aos que mais sofrem, antes que seja tarde de mais. Este papel não é ficção, aqui trata-se mesmo da realidade”,  refere Joana Seixas.

Números divulgados pela APCP:
•    Cerca de 90% das pessoas que precisam, não têm acesso aos cuidados paliativos;
•    Só existem 11 equipas de cuidados paliativos domiciliários quando deveriam existir 10 vezes mais;
•    Somos o País da Europa Ocidental mais atrasado na provisão dos cuidados paliativos pediátricos.

A campanha “Meio Minuto de Silêncio – Por quem necessita de Cuidados Paliativos por inteiro” está presente nos canais de televisão nacionais, nas redes sociais e site da Associação Portuguesa de Cuidados Paliativos – www.apcp.com.pt



O vídeo da campanha está disponível aqui.

Imprimir