Diagnóstico precoce do glaucoma pode evitar cegueira

O  hospital cuf infante santo vai promover um rastreio oftalmológico gratuito, aberto à população, para assinalar a Semana Mundial do Glaucoma, no próximo dia 10 de março, entre as 9h e as 12h. O rastreio inclui uma avaliação oftalmológica composta pela observação dos olhos, para verificação de anomalias do nervo ótico, análise de possíveis alterações na visão e medição da pressão intraocular.

O diagnóstico precoce do glaucoma permite o início do tratamento antes que ocorram lesões graves no nervo ótico. Atualmente ainda não existem formas de prevenção desta doença.  

A existência de uma história familiar de glaucoma, a miopia, a hipertensão arterial e a diabetes são os principais fatores de risco a ter em atenção.  

O glaucoma é uma das principais causas de cegueira nos adultos. Estima-se que uma em cada sete pessoas cegas seja vítima de glaucoma. Quase todas essas pessoas apresentam visão normal durante as suas vidas, mas durante os seus 40, 50 ou 60 anos perderam a sua visão, uma vez que o glaucoma raramente se manifesta antes dos 35 anos. A visão destas pessoas não pode ser recuperada e, por esse fato, o diagnóstico precoce é a chave para a prevenção desta doença.

O Centro de Oftalmologia do hospital CUF Infante Santo realiza cerca de 12.300 consultas e cerca de 1.500 cirurgias anualmente. Para mais informações consulte: www.cufinfantesanto.pt

Imprimir