Hospital de Santa Maria Porto oferece consultas de Incontinência Urinária

O Hospital de Santa Maria – Porto assinala a Semana Europeia da Urologia, que se celebra entre 22 e 26 de setembro, com uma ação de sensibilização para uma doença que afeta quer a população feminina, quer masculina: a incontinência urinária. O Hospital anunciou que, durante essa semana, "irá oferecer mais de 50 consultas de incontinência urinária para toda a população acima dos 40 anos de idade, por um preço simbólico".

As consultas terão um valor de 10€, quantia que reverte na íntegra para o Lar de Apoio a Crianças em Risco do Centro de Bem Estar Infantil e Juvenil do Coração de Jesus. As marcações são limitadas às consultas disponíveis e devem ser realizadas através do 225 082 095.

O objetivo da iniciativa é alertar a população para esta doença e para o seu tratamento e cura. A incontinência urinária afeta mais de 600 mil portugueses, mas a taxa de cura pode chegar aos 90% dos casos. A procura de ajuda médica quando se sentem os primeiros sintomas é essencial para o tratamento adequado e o seu sucesso.

“A boa notícia é que actualmente existem vários tipos de tratamento com os quais podemos controlar a maior parte das situações de incontinência urinária, desde medicamentos, técnicas de reabilitação ou cirurgia. São normalmente tratamentos simples que podem aumentar muito a qualidade de vida dos pacientes e curar o problema em 90% dos casos. Por isso o recurso a uma consulta médica é tão importante mal sejam detectados os primeiros sintomas”, refere José Sanches Magalhães, médico urologista do Hospital de Santa Maria – Porto.

Segundo um estudo epidemiológico realizado pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, a incontinência urinária afecta 20% da população com mais de 40 anos, ou seja um em cada cinco portugueses sofre com esse problema. É mais prevalente nas mulheres entre os 45 e os 65 anos — a proporção é de três mulheres para cada homem.

A incontinência urinária é uma perda incontrolável de urina e existem vários tipos: entre os mais comuns contam-se a incontinência de esforço, a incontinência por imperiosidade ou a incontinência mista. A primeira refere-se a pequenas perdas de urina que acontecem quando a pessoa se ri, espirra, tosse ou faz alguma força; a incontinência de urgência, ou por imperiosidade, surge repentinamente, acompanhada de uma vontade súbita de urinar; e a incontinência mista reúne um pouco das duas causas. Existem outros tipos, que o médico urologista saberá detectar, para definir o tratamento mais adequado.

Imprimir


Próximos eventos

Ver Agenda