Hospital de Santarém tem novo Bloco de Partos: «É um espaço muito mais humanizado»

Foram hoje inaugurados o novo Bloco de Partos e a Urgência de Obstetrícia do Hospital Distrital de Santarém (HDS), após a abertura no passado dia 23 de dezembro. Para Madalena Nogueira, diretora do Serviço de Ginecologia e Obstetrícia, é “um passo fundamental na humanização dos cuidados e no bem-estar e conforto do casal e do bebé”.



Enquanto decorriam as obras no antigo espaço, a equipa de Obstetrícia teve de trabalhar numa enfermaria que partilhava com a Ginecologia. “As condições não eram as melhores, as próprias enfermeiras faziam a passagem do turno num corredor. Mas ao fim de 2 anos, 8 meses e 26 dias conseguimos ver realizado o sonho de um espaço muito mais humanizado”, disse à Just News Madalena Nogueira.

O ânimo dos profissionais de saúde é agora diferente. “A qualidade clínica nunca esteve em causa, obviamente, mas sentimos outra motivação. As mulheres quando chegam dizem mesmo que se sentem muito bem.”


Madalena Nogueira

“O casal pode estar mais à vontade"

No novo espaço, no Piso 3, os quartos e as casas de banho passaram a ser privativas, ficando para trás a enfermaria de três camas. “O casal pode estar mais à vontade e não tem de partilhar o mesmo espaço com outros, enquanto a mulher está em trabalho de parto", explica Madalena Nogueira.

Desta forma, "é assim possível otimizar o atendimento e reforçar a excelência da qualidade clínica, dando resposta ao anseio de bem-estar e conforto que qualquer grávida exige nos dias atuais".

Outra vantagem será a possibilidade de diminuir a taxa de cesarianas. “Perante situações limite, necessitamos de nos deslocar 3 pisos para termos acesso ao Bloco Operatório. Em situações urgentes, o tempo que medeia entre a decisão cirúrgica e o início da cirurgia, é demasiado nos casos de sofrimento fetal agudo", explica a médica.

E acrescenta: "Temos plena consciência que algumas cesarianas são realizadas por uma questão de segurança, quer para a grávida quer para o feto. Atualmente ainda aguardamos equipamento para as salas do Bloco Operatório, mas dentro em breve vamos ter esse espaço disponível no mesmo piso.”



O novo Bloco Operatório tem também a particularidade de ter luz natural. “É muito mais agradável quer para o casal como para os profissionais de saúde.”

Apesar das condições provisórias, a diretora realça que, no ano passado, reduziram em 1,1% a taxa de cesarianas, estando atualmente nos 28%. “Quanto ao número de partos, o decréscimo sentido desde 2015 mudou o ano passado, com um aumento de 1% face a 2018. Estes números demonstram que 2019 foi o ano da viragem e que estamos no caminho certo.”

E ainda a relembrar os últimos 2 anos, Madalena Nogueira quis deixar uma palavra à equipa: “Agradeço a todos – médicos, enfermeiros e assistentes operacionais -, porque, apesar das condições precárias, nunca deixaram de fazer um bom trabalho e demonstraram uma grande resiliência.”



 “Um maior bem-estar e conforto para a tríade mãe-pai-bebé”

E é neste novo espaço, com muita luz natural e paredes brancas – a esquecer os velhos tons de amarelo - que Sofia Sousa, enfermeira chefe do Bloco Operatório de Obstetrícia, se sente como “num novo hospital”. “É muito mais agradável e permite a humanização do parto, assim como um maior bem-estar e conforto para a tríade mãe-pai-bebé”, realça.

Além das salas individualizadas, a enfermeira quis também destacar o facto de que o acompanhante da grávida pode permanecer no quarto 24 sobre 24h, assim como a aposta no plano de parto. “As mulheres querem cada vez mais planear esse momento e procuramos, sempre que possível do ponto de vista clínico, respeitar a sua vontade. Os próprios colegas dos centros de saúde estão informados sobre esta possibilidade.”


Madalena Nogueira e Sofia Sousa

Para ajudar no trabalho de parto, o Serviço também quis apostar noutras vertentes. “Temos bola de Pilates, bola Pilates Amendoim, têm à escolha as várias posições maternas durante o trabalho de parto e parto, musicoterapia, aromaterapia e o chamado parto humanizado em fotografia, isto é, com autorização podem ter a presença de um fotógrafo durante o trabalho de parto e o parto.”

Em suma, o novo Serviço pretende por em prática o seu lema: “Nascer em Santarém vale a pena.”


seg.
ter.
qua.
qui.
sex.
sáb.
dom.

Digite o termo que deseja pesquisar no campo abaixo:

Eventos do dia 24/12/2017:

Imprimir