Lino Gonçalves é o novo editor principal da «Revista Portuguesa de Cardiologia»

Lino Gonçalves, diretor do Serviço de Cardiologia do Hospital Geral do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (HG-CHUC), foi nomeado editor principal da Revista Portuguesa de Cardiologia, cargo que irá desempenhar a partir de 1 de janeiro de 2016 e terá uma duração de quatro anos. Em declarações à Just News, o cardiologista afirma que esta nomeação representa, para si, uma “grande honra e uma enorme responsabilidade”.

“O lugar de editor principal da Revista Portuguesa de Cardiologia é, sem sombra de dúvida, um cargo de enorme prestígio científico. A minha escolha constitui um reconhecimento pelos meus pares da carreira científica e profissional que tenho desenvolvido ao longo dos anos. Irei tentar estar à altura desta honra que me foi concedida”, refere.

E desenvolve: “É igualmente uma grande responsabilidade, porque vou ter a tarefa de dar continuidade ao trabalho efetuado pelos editores principais que me antecederam e que levaram a Revista Portuguesa de Cardiologia ao patamar de excelência que atualmente tem. Caberá a mim, agora, manter esse rumo e, se possível, ir um pouco mais longe.”



Além deste objetivo, enquanto editor principal da Revista Portuguesa de Cardiologia Lino Gonçalves visa adaptar a publicação aos tempos modernos e às novas tecnologias de informação, que permitem uma "comunicação científica mais acessível, rápida e eficaz".

Pretende ainda tentar obter dados métricos, de forma a permitir analisar em tempo real os vários processos funcionais que se passam dentro da revista e, assim, dar feedback aos autores e revisores dos artigos. E, por fim, aumentar o fator de impacto desta revista científica.

“Todos estes objetivos só são possíveis de atingir com a colaboração de todos os sócios da Sociedade Portuguesa de Cardiologia. Conto com todos”, sublinha.



Lino Gonçalves foi nomeado editor principal da Revista Portuguesa de Cardiologia após ter ficado em primeiro lugar no concurso público efetuado pela Direção da Sociedade Portuguesa de Cardiologia (SPC), pelo “mérito científico e qualidade do projeto apresentado”.

Quando questionado acerca dos motivos que o levaram a candidatar-se, responde ter sido o sentimento de poder servir, mais uma vez, a SPC. “Em várias alturas da minha carreira profissional fui chamado a servir a Sociedade e sempre o fiz com todo o entusiasmo, profissionalismo e dedicação”, menciona.

E acrescenta: “Contribuiu também para a minha decisão o facto de ter acumulado, ao longo dos anos, uma já vasta experiência editorial, a nível nacional e internacional, e de trabalhar há muitos anos na investigação clínica, epidemiológica e translacional.”

O especialista acrescenta ainda que o facto de ter uma experiência de mais de 14 anos em assuntos relacionados com o treino e a educação da Cardiologia a nível europeu também o fez crer que poderia dar um contributo à Revista Portuguesa de Cardiologia.



Além de diretor do Serviço de Cardiologia dos HG-CHUC, Lino Gonçalves é também professor associado com agregação da Unidade Curricular de Cardiologia da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra. Entre outros cargos que acumula é também, desde 2013, membro do European Heart Journal.





Imprimir