Livro ajuda médicos a conhecer melhor a traumatologia do desporto

"Traumatologia desportiva" é um livro que "visa ajudar os profissionais de saúde e o público em geral na prática de desporto". Henrique Jones é um dos coordenadores de um manual que surgiu das necessidades "provenientes da prática cada vez mais habitual de exercício físico, profissional e amador". O livro da Lidel conta com o apoio do Bial.

Henrique Jones, especialista em Medicina Desportiva, coordenou o livro com outro expertise na área, Pedro Afonso, afirmando: “Foram convidadas centenas de pessoas para escreverem sobre os mais variados temas relacionados com os traumas que podem advir da prática de exercício físico que, felizmente, é cada vez mais comum.”

Considerando que este manual é “uma ajuda preciosa para estudantes, internos, ortopedistas, fisiatras, fisioterapeutas, médicos de Medicina Geral e Familiar, entre outros especialistas na área da Medicina Desportiva, mas também para o público em geral”, Henrique Jones defende que é necessário existir este tipo de ajuda “porque, se se estimula o exercício físico, também é fundamental dar resposta às lesões que podem surgir”.

Além disso, “é preciso ter mais conhecimentos sobre esta área da saúde, porque a lesão desportiva não é tratada como as outras e um atleta de alta competição necessita de outro tipo de acompanhamento, principalmente quando compete em patamares muito elevados”. Assim como “quem pratica modalidades apenas por lazer e para melhorar a saúde também necessita de outro tipo de intervenção e apoio”, sublinha ainda Henrique Jones.



O livro “Traumatologia desportiva” foi apresentado no decorrer do XXV Curso de Reabilitação e Traumatologia do Desporto, que se realizou em Coimbra, no último fim de semana. O prefácio ficou a cargo de Espregueira-Mendes, ortopedista e especialista em Medicina Desportiva.

Imprimir