Mário Morais de Almeida eleito secretário da Organização Mundial de Alergia

O coordenador do Centro de Imunoalergologia do Hospital CUF Descobertas, Mário Morais de Almeida, foi eleito há dias secretário/tesoureiro da World Allergy Organization (WAO) para o biénio 2020-21.

Contudo, esta boa notícia é ainda geradora de outra novidade. De acordo com os regulamentos da WAO, ao ser agora eleito secretário da organização, o médico será o presidente eleito no biénio 2022-23 e, posteriormente, assumirá a presidência da WAO no biénio 2024-25.
 
"Estamos sempre a aprender"

Mário Morais de Almeida, que esteve à frente da Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica de 2005 a 2013, integrava já a Direção da WAO, tendo também assumido ao longo dos anos cargos de responsabilidade em variadas instituições.

Em entrevista à Just News, reconhece as mais valias desta vasta experiência: "Posso dizer que, com os contactos nacionais e internacionais, estamos sempre a aprender, por mais anos que tenhamos de experiência. Sempre gostei muito de integrar equipas de trabalho com múltiplos investigadores/coautores, de diferentes áreas de conhecimento."

E sublinha: "Vale sempre a pena ouvir e perceber que há pessoas muito melhores que nós. Tenho de citar o nome de duas que me marcaram e continuam a influenciar muito: os Profs Jean Bousquet (França) e Walter Canonica (Itália)."
 

Têm sido várias as intervenções de Mário Morais de Almeida em reuniões científicas para profissionais de diversas áreas

Do SNS para o privado para cumprir um sonho

Mário Morais de Almeida esteve, "com muito orgulho", no Hospital D. Estefânia cerca de 20 anos, dedicando-se posteriormente à Imunoalergologia nos Hospitais CUF, onde conseguiu estruturar os serviços que idealizava.   

A mudança para o setor privado deveu-se "ao sonho de ter um Serviço integrado, com algumas valências, no mesmo espaço físico, sem descurar a interligação com outras especialidades. Sentia que não o conseguia no setor público... Tudo era difícil de alcançar."

Para o especialista, é um trabalho de complementaridade: "Todos contribuímos para o mesmo: melhorar a qualidade de vida dos alérgicos."

"Viver com alegria"

Mário Morais de Almeida, conhecido pelo contacto permanente com a comunicação social, esteve à frente da SPAIC em três mandatos consecutivos, tendo sempre como visão “honrar quem o precedeu e quem confiou em si”. Um período longo, mas que foi “vivido com alegria”.

Entre os trabalhos que mais se destacaram estiveram a divulgação e a progressiva ampliação da Rede Portuguesa de Aerobiologia e a conclusão e apresentação do Mapa Acarológico Nacional.

 
Mário Morais de Almeida

Com uma vida bastante dinâmica, enquanto foi presidente da SPAIC, conjugou esse projeto com outros, tendo sido presidente do Colégio da Especialidade de Imunoalergologia da OM, presidente da Sociedade Luso-Brasileira de Alergia e Imunologia Clínica, presidente da Sociedade de Alergia do Sul da Europa, vice-presidente da Sociedade Latino-americana de Alergia, Asma e Imunologia, vice-presidente da Fundação Portuguesa do Pulmão e vice-presidente da Associação Portuguesa de Asmáticos e Alérgicos.

Na sua opinião, “as doenças alérgicas podem e devem ser bem controladas. E controlo significa qualidade de vida, a pessoa dormir bem, não se cansar, poder estudar, trabalhar, ter uma vida social normal, rir, fazer exercício…". Ou seja, "é esquecer as alergias e viver com alegria."

E acrescenta: "Tudo se torna mais fácil se existirem profissionais que, ao organizarem-se em redes de colaboração, se unam para garantir estes direitos.” Um trabalho em rede que Mário Morais de Almeida quer continuar a promover, agora com responsabilidades acrescidas no seio da Organização Mundial de Alergia.

seg.
ter.
qua.
qui.
sex.
sáb.
dom.

Digite o termo que deseja pesquisar no campo abaixo:

Eventos do dia 24/12/2017:

Imprimir