NEFiRS realiza rastreios gratuitos no Dia Mundial da Espirometria

O Núcleo de Estudos em Fisiopatologia Respiratória e Sono (NEFiRS) da Associação Portuguesa de Cardiopneumologistas (APTEC) vai organizar, dia 27 de setembro, no âmbito do Dia Mundial da Espirometria, um rastreio espirométrico gratuito, aberto a toda a população, prestando também esclarecimentos sobre doenças respiratórias. A iniciativa terá lugar no Parque das Nações, perto da Gare do Oriente, entre as 10h e as 18h.

Ana Cristina Lutas, cardiopneumologista e coordenadora do NEFiRS, salienta que este rastreio espirométrico "insere-se num dos objectivos do NEFiRS, que é a divulgação e consciencialização da população em relação às doenças respiratórias", acrescentando: "pretendemos também dar a conhecer a espirometria forçada como exame de diagnóstico simples, mas de importância crucial no diagnóstico destas mesmas doenças".

O rastreio que o NEFiRS irá efetuar consiste na realização de espirometrias à população em geral, por um técnico de Cardiopneumologia. O exame é avaliado pelo técnico e é fornecido com o respetivo relatório. Nos casos em que haja alterações no exame, são fornecidas algumas orientações.

Pulmões Saudáveis P’ra Vida

O Dia Mundial da Espirometria é uma iniciativa da European Respiratory Society (ERS) e da European Lung Foundation (ELF) e tem como principais objectivos reduzir o número de pessoas que sofrem de doenças respiratórias, aumentar a consciencialização acerca destas efermidades e combater o seu subdiagnóstico. Este ano decorre durante todo o mês de setembro e envolve várias atividades centradas na importância do ar limpo para uns pulmões saudáveis, com o tema “Pulmões Saudáveis P’ra Vida”.

Com a escolha deste tema pretende-se, de acordo com o NEFiRS, "consciencializar a população para a importância do ar puro, livre de poluentes, fumo passivo, gases tóxicos/nocivos e outras toxinas que podem afetar as vias aéreas, aumentar o conhecimento acerca do impacto do ar poluído na qualidade da saúde pulmonar e sensibilizar as pessoas para o que podem fazer para diminuir o impacto da poluição nos seus pulmões". É também recordado que a qualidade do ar afeta toda a população, mas particularmente as pessoas com doenças respiratórias: "desta forma, a longo prazo, pretende-se diminuir o número de pessoas que sofrem de doenças respiratórias".

Imprimir