Ordem dos Médicos inaugura, esta semana, nova sede da Secção Regional do Sul

A Secção Regional do Sul da Ordem dos Médicos inaugura a sua nova sede na sexta-feira, 27 de janeiro, sendo este considerado pelo ainda presidente do Conselho, Jaime Teixeira Mendes, como "um momento importante na vida da Ordem", desde logo porque se trata da separação física das instalações da Ordem dos Médicos e da Secção Regional do Sul, que até agora partilhavam o mesmo edifício.

Com o novo edifício, concretiza-se "a desejada autonomização da Secção, que ganha agora condições renovadas para toda a sua actividade". A nova sede da Secção significa uma mudança ao nível administrativo (emissão de cédulas, por exemplo, competência da Secção), mas também em termos de condições para as reuniões periódicas e para as ações de formação e debate.

Antes da inauguração do novo edifício, contíguo à atual localização da Ordem, em Lisboa, terá ainda lugar a inauguração da galeria Dr. Mário Botas, em homenagem ao médico que foi também pintor, e será descerrada uma placa no Auditório, que passa agora a chamar-se Auditório Miller Guerra.


Para Jaime Teixeira Mendes, esta nova sede representa "uma situação financeira de estabilidade, que permitiu este passo". Por outro lado, "e fundamentalmente, representa um passo definitivo na responsabilização e descentralização dos vários órgãos da Ordem no Sul, aumentando a democracia interna da Ordem".

Relativamente à atribuição do nome de Miller Guerra ao Auditório, até agora sem qualquer designação, é considerada como sendo "simbólica da relevância que as carreiras médicas devem ter na missão da Ordem dos Médicos".

Imprimir