Debate público sobre a incidência do AVC em Portugal e a reabilitação do doente

É sob o lema "Juntos para Superar" que se realiza já este sábado, 13 de abril, o Encontro da Portugal AVC, que decorrerá no Fórum de Lisboa – Casa da Cidadania.

De inscrição gratuita, o evento é particularmente dirigido a sobreviventes de AVC, familiares, cuidadores e profissionais de saúde, estando, no entanto, aberto a todos os interessados.
 


De acordo com António Conceição, presidente da Associação Portugal AVC, o programa da reunião foi preparado com o propósito de juntar "diferentes sobreviventes de AVC e respetivos familiares e cuidadores numa troca de experiências", mas não só.

O objetivo é também contribuir para o "debate público sobre a importância do acompanhamento e reabilitação do doente, assim como sobre a urgente necessidade de reduzir a incidência do AVC em Portugal, uma das principais causas de morte e de incapacidade no país”.

Quanto aos oradores convidados, é também muito diversificada a sua experiência e o tema da sua intervenção. Entre vários profissionais de saúde, estará José Manuel Ferro, diretor do Serviço de Neurologia do Hospital de Santa Maria, que irá abordar questões relacionadas com "A vida pós-AVC na perspetiva do neurologista e a importância do acompanhamento".

Aspetos associados à gestão de uma unidade de AVC é outro dos temas a desenvolver. Ana Paiva Nunes, responsável pela Unidade de AVC do Hospital de São José, irá refletir sobre "onde acaba... ou começa" essa mesma gestão.

Por outro lado, Paula Rosado, soprano e musicoterapeuta, proporcionará um "momento de relax" e Manuela Mota Ribeiro, escritora e médica fisiatra, vai apresentar o livro  de testemunhos "E depois do AVC... a vida continua!".

O programa pode ser consultado aqui.

Para mais informações:
info@portugalavc.pt
Telf.: 928060600

Imprimir