Profissionais de saúde «devem estar atentos aos sinais» das crianças com dor

“Por mais pequena que seja, a criança consegue manifestar a sua dor, logo os profissionais de saúde devem estar atentos aos sinais.” As palavras são de Maria do Céu Machado, diretora do Departamento de Pediatria do CHLN e presidente das XXII Jornadas de Pediatria, que decorrem no Auditório do Edifício Egas Moniz, na Faculdade de Medicina de Lisboa. O tema central é “Diálogos na Dor”.



Maria do Céu Machado disse à Just News que “a abordagem do 5.º sinal vital nos mais novos deve envolver todos os profissionais” e que “até as crianças de um ou dois anos conseguem mostrar a sua dor”. Na sua opinião, existe uma tendência para se dar mais atenção ao diálogo com a família. “Também é importante, mas só se consegue ajudar a criança se a ouvirmos e se compreendermos as suas expressões e gestos.”

Este diálogo com os mais pequenos permite que, apesar das suas doenças crónicas, estes possam vir a ser adultos mais felizes. “Não podemos esquecer que têm toda uma vida pela frente.”



Estão presentes nas Jornadas com mais de 500 participantes, tendo a sessão de abertura contado com a presença do ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, que foi recebido como ministro, mas também como “amigo e colega”, já que foi presidente do Conselho de Administração do CHLN entre 2005 e 2010.



Ana Margarida Neto, representante do Colégio da Especialidade de Pediatria da Ordem dos Médicos; Teresa Bandeira, presidente da Sociedade Portuguesa de Pediatria; Fausto Pinto, diretor da FMUL; Margarida Lucas, diretora clínica do CHLN, em representação do presidente do CA; e Fernando Sá, enfermeiro supervisor do Departamento de Pediatria do CHLN, integraram a mesa da sessão de abertura.



Na altura, foram ainda entregues dois prémios e uma bolsa da Associação para as Crianças de Santa Maria, que têm como objetivo galardoar e apoiar projetos científicos na área da Pediatria.



Podem ser consultadas mais fotos das Jornadas na Galeria de imagens da Just News, aqui.





Imprimir


Médicos de família assinalam Dia Mundial da Asma 2019 na Sertã