My Servier

Mudança comportamental: presença de psicólogos nas equipas é «estrategicamente inteligente»

É já na próxima sexta-feira que o ISPA - Instituto Universitário organiza um evento onde dará a conhecer um conjunto de "intervenções psicológicas muito interessantes" que têm vindo a ser implementadas nos cuidados de saúde primários, na comunidade, nos cuidados hospitalares e no âmbito da Saúde Mental.

Em declarações à Just News, o psicoterapeuta David Neto, professor auxiliar no ISPA e o impulsionador da conferência, explica que o objetivo deste encontro "é exatamente mostrar a transversalidade da Psicologia Clínica, que pode dar o seu contributo em diversos contextos".

De acordo com o docente, trata-se de uma iniciativa muito pouco habitual, já que "os encontros de Psicologia são normalmente focados num determinado nível de cuidados de saúde ou associados a um hospital ou a uma determinada intervenção".

O responsável faz também questão de salientar que "faz todo o sentido" uma reunião com estas características ser promovida pelo ISPA, recordando a vertente formativa abrangente da instituição, os dois centros de investigação que acolhe e o seu contributo para a "projeção das ciências do comportamento em Portugal".


David Neto

Mudança comportamental: presença de psicólogos é "estrategicamente inteligente"

David Neto, que já presidiu ao Conselho de Especialidade de Psicologia Clínica e da Saúde, da Ordem dos Psicólogos, desenvolveu já atividade em contextos tão diversificados como internamento psiquiátrico, tratamento ambulatório e em núcleo de intervenção comunitária, entre outros. E é também com base no que tem testemunhado a nível profissional que alerta:

"Muitos dos desafios que, neste momento, temos no campo da saúde são em termos de doenças não comunicáveis. Doenças em que o foco deve ser na mudança do comportamento. Para tal acontecer, é fundamental haver uma intervenção de psicólogos, a par de outros profissionais, claro. Mas a presença de psicólogos nas equipas é algo que é estrategicamente inteligente."

E se é certo que a solicitação por intervenções psicológicas "já é feita quer pelos utentes quer pelos restantes profissionais da equipa, há um problema de recursos. Não só de escassez, mas principalmente um problema de alocação de recursos". 

O psicólogo clínico refere-se ao facto do "SNS ter o foco no tratamento e não tanto na prevenção e intervenção precoce, evitando situações que depois se tornam crónicas", reconhecendo que é uma realidade que não se cinge à Psicologia.

E acrescenta: "Acho que deveria haver um esforço do SNS para apostar mais nesta intervenção preventiva, até mesmo por uma questão de racionalidade do sistema".


Cuidados de proximidade com "desafios muito diferentes"


David Neto será o moderador da primeira mesa redonda do evento. Intitulada "Psicologia Clínica & Cuidados de Saúde Primários e Comunidade", a sessão contará com a participação de especialistas dos Agrupamentos de Centros de Saúde (ACES) de Cascais e da Amadora, entre outras entidades.

Na sua opinião, os cuidados de proximidade "são muito interessantes, porque em diferentes regiões são colocados desafios muito diferentes". Contudo, sublinha que, apesar dessa disparidade de realidades, os serviços de Psicologia e os psicólogos clínicos "acabam por conseguir encontrar e implementar soluções e estratégias flexíveis e adequadas a cada contexto".

E que tipo de intervenções são essas? "Podem ser, exemplo, intervenções de grupo, intervenções comunitárias ou consultas particulares relativamente a alguma necessidade de saúde que possa existir em determinado contexto", esclarece David Neto.

Nesta primeira sessão, "e à semelhança dos restantes painéis, a partilha de experiências vai mostrar essa capacidade dos psicólogos de encontrarem soluções ajustadas a cada realidade e que são um contributo muito relevante para os contextos onde trabalham."

A ligação à Comunidade estará também em debate, nomeadamente, com a intervenção do psicólogo clínico Ricardo Gameiro Mendes, coordenador da Clínica Social de Psicologia e Psicoterapia, uma aposta da Junta de Freguesia de S. Domingos de Rana. Esta mesa conta ainda com a participação de Sofia Couto (GIRA) e de Sónia Reis (APAV - GAV Almada).



Nas outras sessões da reunião participam especialistas de uma dezena de entidades tão distintas como a Unidade de Psicologia do Centro de Medicina Naval, Unidade de Alcoologia de Lisboa, Instituto de Oftalmologia Dr. Gama Pinto ou o Serviço de Psicologia do Hospital Garcia de Orta.

Quanto aos destinatários do evento, David Neto indica que será "certamente interessante para psicólogos e estudantes de Psicologia, mas talvez ainda mais útil para outros profissionais e decisores políticos". E sublinha: "O conhecimento dos bons projetos que existem e dos resultados que alcançam são o melhor argumento para a necessidade das intervenções psicológicas".

A conferência está ainda aberta a "todas as pessoas que possam ter interesse em conhecer os contributos, soluções e potencial da intervenção psicológica em diferentes contextos".

O programa completo pode ser consultado aqui.

A inscrição (gratuita) pode ser efetuada aqui.



seg.
ter.
qua.
qui.
sex.
sáb.
dom.

Digite o termo que deseja pesquisar no campo abaixo:

Eventos do dia 24/12/2017:

Imprimir


Próximos eventos

Ver Agenda