Cepheid Talks

«PSIQUIATRICAMENTE» visa contribuir para a literacia em Psiquiatria de profissionais de saúde

Foi lançado há dias o livro “PSIQUIATRICAMENTE – Psiquiatria Essencial na Prática Clínica”, um manual coordenado pelos médicos psiquiatras João Facucho Oliveira, Ana Margarida Fraga e Pedro Cintra.

A obra pretende contribuir para a literacia em Psiquiatria de vários profissionais de saúde. É o caso de médicos de Medicina Geral e Familiar, de Neurologia e de outras especialidades clínicas, internos de psiquiatria e alunos de medicina.

Desenvolvido em conjunto com o Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) de Cascais, e com o apoio da Lundbeck Portugal, esta obra conta com a colaboração de cerca de trinta autores de várias unidades de saúde do país.

Pedro Cintra, diretor do serviço de Psiquiatria do Hospital de Cascais — Dr. José de Almeida, e um dos coordenadores do manual, explica que "este livro surgiu de uma ideia do Dr. João Facucho, sendo que o nosso principal objetivo foi criar um livro que tivesse utilidade prática, orientando o clínico na sua atividade do dia-a-dia".

Assim, dividido numa série de capítulos temáticos, "o “PSIQUIATRICAMENTE – Psiquiatria Essencial na Prática Clínica” é um manual que, para além de procurar ser didático na sua abordagem, inclui resumos da etiologia, fatores de risco e fatores precipitantes, não esquecendo a abordagem terapêutica», sublinha o médico psiquiatra.



João Facucho Oliveira, Pedro Cintra e Nuno Basílio 

"Ajudar os colegas de Medicina Geral e Familiar"


Para João Facucho, médico psiquiatra no Hospital de Cascais, coordenador e um dos cerca de 30 coautores desta obra, "o livro concebido a pensar especificamente para ajudar os colegas de Medicina Geral e Familiar, é assim como um auxiliar na sua ação médica". Por outro lado, "surge também no âmbito de nós, enquanto médicos psiquiatras, melhorarmos a nossa interação com esses profissionais."

Como pontos fortes do livro, o médico psiquiatra refere o facto de "este ser um manual que está atualizado segundo a classificação internacional de doenças, sendo que não existem muitos livros que estejam atualizados desta forma".

Destaca também o facto de abordar, "de uma forma simples, naqueles que são as principais síndromes psiquiátricos e, portanto, com maior interesse e maior prevalência, nomeadamente, a depressão, a ansiedade, a perturbação do sono, a psiquiatria perinatal, as próprias doenças psicóticas (seja a esquizofrenia ou a doença bipolar)".

Ana Margarida Fraga, outra das médicas envolvidas na coordenação da obra, salienta que o principal objetivo foi "conciliar o rigor e a mais recente evidência científica num manual simplificado, com tabelas práticas que fossem úteis e práticas no dia-a-dia".

E acrescenta: "Estamos muito orgulhosos e agradecidos pelo trabalho desenvolvido por aqueles que mergulharam connosco e aceitaram participar neste projeto, e à Lundbeck Portugal, um grande impulsionador e parceiro, que nunca nos colocou limites. Assim, esperamos que seja útil e torne a jornada pela saúde mental mais profícua! Um bem-haja a todos!"

"O descomplicar da psiquiatria para os cuidados de saúde primários"

Na opinião de Nuno Basílio, assistente de Medicina Geral e Familiar e presidente do Conselho Clínico e de Saúde ACES Cascais, o lançamento deste livro "significa, em primeiro lugar uma articulação entre o serviço de psiquiatria e saúde mental com os cuidados primários onde a grande atividade clínica e o peso da saúde mental é uma realidade diária".

O médico refere ainda a importância da inclusão num livro de psiquiatria de "um capítulo de reflexão vinda dos cuidados de saúde primários, através de um contributo de quem no fundo também é parceiro na dinâmica de lidar com a saúde mental". Nesse sentido, considera que "este manual é um bocadinho o descomplicar da psiquiatria para os cuidados de saúde primários e ao mesmo tempo representa essa ligação entre níveis diferentes de cuidados e colegas de trabalho."

Para Sara Barros, country manager da Lundbeck Portugal, "apoiar esta obra era quase uma obrigação, pela sua relevância no âmbito da Psiquiatria, mas também pela sua importância como ferramenta essencial de apoio para os profissionais de saúde".

A convicção da responsável é que este livro de caracter prático "pode ser muito útil como manual de referência e como um apoio para o quotidiano da prática clínica".

Imprimir


Próximos eventos

Ver Agenda