Realidade virtual no tratamento da dor crónica: fisioterapeuta português vence concurso em Inglaterra

João Mineiro, diplomado em Fisioterapia pelo Instituto Politécnico de Setúbal (IPS), recebeu recentemente uma bolsa do Engineering and Physical Sciences Research Council (EPSRC), o principal organismo britânico para financiamento da investigação nas áreas da Engenharia e Ciências Físicas, para estudar a aplicabilidade da realidade virtual na compreensão e tratamento da dor crónica.

De acordo com o IPS, o antigo estudante da Escola Superior de Saúde (ESS/IPS), agora doutorando de Ciências do Desporto e da Saúde na Universidade de Exeter, no sudoeste de Inglaterra, foi o vencedor de um concurso de ideias para possíveis aplicações do VSimulator, um laboratório de realidade virtual imersiva inaugurado em outubro, na Universidade de Bath, que, graças ao prémio, teve oportunidade de estrear.



A bolsa agora atribuída surge na sequência da possibilidade de recorrer a este equipamento de ponta, único a nível mundial, que permite perceber os impactos da vibração e do movimento no bem-estar das pessoas em distintos ambientes.

A partir de setembro, João Mineiro, que trabalha como fisioterapeuta na região de Cornualha, estará dedicado à missão científica de apurar até que ponto o Bath VSimulator pode ser "uma ferramenta interessante para estudar como as pessoas com dor integram estímulos multissensoriais. Que podem ser visuais, como cor e luz, e também proprioceptivos, como as vibrações, sobre as quais a literatura é escassa", explica.

Imprimir