UCFD Pinhal Litoral: Elos de ligação ajudam no controlo da diabetes

A Unidade Coordenadora Funcional da Diabetes (UCFD) Pinhal Litoral, que engloba o ACES Pinhal Litoral e o Centro Hospitalar de Leiria, é um exemplo de como a criação dos elos de ligação ajudam no controlo da diabetes e facilitam a comunicação entre Cuidados de Saúde Primários e hospital.

Com a criação da UCFD Pinhal Litoral, reforçou-se o apoio dado aos diabéticos nos vários serviços. “Sempre demos importância à doença, mas, com a implementação da UCFD e, por conseguinte, da UID, já há condições para se dar a devida atenção à avaliação e à reavaliação de conhecimentos e ao reforço educacional do diabético, que agora começa logo na prestação de cuidados no Internamento”, explica Amália Pereira, representante dos cuidados hospitalares da UCFD Pinhal Litoral.

Desta forma, é possível identificar as pessoas com diabetes nas mais variadas situações clínicas, já que existem elos de ligação em todos os serviços de internamento. São profissionais de saúde especializados nesta patologia que ajudam a detetar os diabéticos que não sabem que o são ou dar apoio a quem não sabe controlar a doença.



“Já lá vai o tempo em que se chamava a equipa da Medicina Interna porque o doente apresentava hiperglicemia e precisava de ter alta”, relembra Amália Pereira. Atualmente, isso não acontece, sendo feita a reconciliação terapêutica logo na avaliação inicial, podendo-se, inclusive, chamar a equipa da diabetes, se assim for necessário.

Para a especialista, “a grande mudança, com a criação do modelo UCFD, está no facto de um doente dar entrada num serviço por uma determinada patologia/acidente e sair de lá também com mais conhecimentos sobre a diabetes”.

Uma situação possível graças aos elos médicos de Medicina Interna e de Endocrinologia, que fazem o interface com os dos restantes serviços hospitalares, e sobretudo ao contributo dos elos de Enfermagem existentes em todos os serviços de Internamento, Consulta Externa, Bloco Operatório, aos elos da equipa de Nutrição e Dietética e da assistente social, “elemento fundamental e facilitador da integração do diabético no domicílio”.

Amália Pereira salienta que “são assim aproveitados os momentos de interação do elo ou da restante equipa de Enfermagem para avaliar os conhecimentos do doente sobre a diabetes, além de se fazer um reforço do ensino”. Por exemplo, se é a hora da refeição, o elo fala sobre a alimentação feita em casa, ensina a contar equivalentes e solicita o dietista se assim for necessário.



A UCFD Pinhal Litoral é tema de reportagem da edição de junho do Jornal Médico dos Cuidados de Saúde Primários, publicação distribuída junto dos profissionais das USF e ACES de todo o país e de várias outras entidades.

Além de Amália Pereira, a Just News publica, nesta reportagem, entrevistas com outras profissionais: Irene Reis, representante da Enfermagem nos cuidados hospitalares da UCFD Pinhal Litoral, Ana Maria Barros, médica na USF Cidade do Lis e coordenadora da UCFD Pinhal Litoral, Eduarda Salgado, representante da Enfermagem nos cuidados primários da UCFD Pinhal Litoral, Isabel Andrino, enfermeira no Serviço de Cirurgia I do Centro Hospitalar de Leiria.

 

 

seg.
ter.
qua.
qui.
sex.
sáb.
dom.

Digite o termo que deseja pesquisar no campo abaixo:

Eventos do dia 24/12/2017:

Imprimir


Próximos eventos

Ver Agenda