Sessão comemorativa dos 35 anos de transplantação renal no CHUC

O Serviço de Urologia e Transplantação Renal do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) vai realizar, dia 3 de junho, a sessão comemorativa dos 35 anos de transplantação renal no CHUC. O evento tem início às 9h30 e decorrerá no auditório principal dos Hospitais da Universidade de Coimbra (HUC).

“Resultados da transplantação renal no CHUC” é o tema da intervenção de Fernando Macário, presidente da Sociedade Portuguesa de Transplantação. Medina Pestana (Brasil) abordará o tema “O futuro da transplantação” e Alfredo Mota, diretor do Serviço de Urologia e Transplantação Renal do CHUC, irá fazer “Algumas reflexões sobre transplantação renal”.

O CHUC adianta que o evento comemorativo tem como lema “Transplantação: do milagre à realidade” e nele será abordado "o presente e o futuro, sem esquecer o longo caminho que foi necessário fazer". Será ainda prestada uma "referência especial ao pioneiro dos transplantes no nosso País, Prof. Linhares Furtado, bem como aos Serviços e Colaboradores que, desde a primeira hora, fazem parte deste percurso e muito contribuíram para os resultados que colocam o CHUC na liderança da transplantação renal em Portugal".

No âmbito da comemoração dos 35 anos de transplantação renal efetuada no CHUC, foi inaugurada, no passado dia 19 de maio, uma exposição no átrio dos Hospitais da Universidade de Coimbra que, de acordo com o CHUC, dá conta "da evolução da transplantação renal no CHUC e do percurso histórico da transplantação em Portugal, que teve como pioneiro e principal responsável Linhares Furtado, constituindo-se assim também como uma homenagem ao seu percursor".
 
Em julho de 1980 Linhares Furtado realizou a primeira colheita de rins de dador falecido e o primeiro transplante renal, reiniciando assim o programa de transplantação renal, cujos 35 anos se comemoram agora. Mas, já em 1969, recorda o CHUC, "no mesmo ano em que o primeiro Homem chega à lua, Linhares Furtado realizara também a primeira transplantação renal de dador vivo, entre irmãos".

Imprimir