ULS do Alto Minho orgulhosa do Serviço que organiza o Congresso de Medicina Interna

O maior evento nacional na área da Medicina Interna vai realizar-se, este ano, na cidade de Viana do Castelo. Em declarações à Just News, Franklim Ramos, presidente do Conselho de Administração da Unidade Local de Saúde do Alto Minho (ULSAM), afirma que o facto do evento ser organizado pelo Serviço de Medicina do Hospital de Santa Luzia, integrado na ULSAM, é motivo de orgulho e satisfação.

Na sua opinião, o congresso,  a decorrer de 27 a 29 de maio, será "um grande sucesso, dado que os médicos internistas do nosso Serviço de Medicina têm uma enorme capacidade de trabalho e dedicação, estando habituados a responder favoravelmente a grandes desafios".



O responsável considera que se trata de um Serviço "altamente qualificado e diferenciado, que tem acompanhado ‘o estado da arte’, pelo que entendo ser legítimo que a Sociedade Portuguesa de Medicina Interna tenha acreditado e apostado neste Serviço para a organização local do Congresso".

Além de ser relevante para a ULSAM, o acontecimento também é muito positivo para Viana do Castelo. “Apesar de ser litoral, é uma região que se configura com características do interior e naturalmente que a vinda de numerosos profissionais permitirá, para além do contacto com a nossa realidade médica, conhecer um pouco a própria região, que tem características muito interessantes e emblemáticas”, sublinha Franklim Ramos.

Franklim Ramos com elementos da Comissão Organizadora.

O presidente do CA refere ainda que a ULSAM, com Acreditação Total Internacional (CHKS) e Certificação ISO 9001 e 13485, tem feito um “esforço enorme” na sua qualificação e diferenciação, procurando responder, cada vez melhor e em tempo adequado, às necessidades em saúde da população, tendo sido distinguida e premiada numerosas vezes, alcançando em 2015 o 1.º lugar do “Top 5” das ULS (IASIST).

O XXII Congresso Nacional de Medicina Interna realiza-se em simultâneo com o V Congresso Ibérico de Medicina Interna, o que, para Diana Guerra, diretora do Serviço de Medicina do Hospital de Santa Luzia de Viana do Castelo e presidente do evento, fez com que a “parada subisse”, tendo sido necessário adaptar quer a questão logística, quer o programa, de forma a integrar ativamente os participantes espanhóis.


Franklim Ramos e Diana Guerra.

De acordo com a presidente do Congresso, apesar de a organização do evento não ser tarefa fácil, o facto de o Serviço poder contribuir para o desenvolvimento da Medicina Interna é razão de “grande orgulho e motivação”.





Imprimir