Women`s Medicine 11 - outubro 2015

A poucos meses de se jubilar, Luís Graça faz o balanço de uma vida dedicada ao Departamento de Obstetrícia, Ginecologia e Medicina da Reprodução do Hospital de Santa Maria (CHLN), como médico, professor e diretor. Em entrevista de fundo à Just News, publicada na Women`s Medicine, afirma: “Sou um homem de muitos interesses. Não estou absolutamente nada perturbado com o facto de ter que deixar o hospital”.



Contam-se, ao todo, 45 anos de cordão umbilical, 25 dos quais a fazer urgência, 13 como chefe de equipa e quase 16 como diretor, a maioria deles entrelaçados com o ensino. A partir de março, mês em que completa 70 anos, abandona as funções públicas, mantendo-se, até final do ano letivo, como professor catedrático da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa.



“Não é possível tocar bem todos os instrumentos. Quem dirige uma casa deste tamanho tem que ser muito bom numa área e escolher muito bem quem vai assumir as outras áreas”, frisa Luís Graça, acrescentando que este foi um dos muitos conselhos que recebeu do seu professor e “pai profissional” Manuel Meirinho.

Imprimir