Academia Ibero-americana de Farmácia: Fernando Ramos eleito Académico Correspondente

Na próxima terça-feira, Fernando Ramos, docente da Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra (FFUC), toma posse como Académico Correspondente da Academia Ibero-americana de Farmácia. “Segurança Alimentar em Portugal: O controlo analítico de resíduos de medicamentos” foi o tema escolhido por Fernando Ramos para o discurso de ingresso na Academia.


Na sua opinião, esta distinção deve-se "ao papel da Universidade de Coimbra e, em especial, da Faculdade de Farmácia, na área da Segurança Alimentar" e faz questão de recordar:

"O ensino e a investigação em Bromatologia surgiram logo no primeiro Curso Superior de Farmácia (1902), sendo que, no presente século (2011), ganham foros de curso autónomo com a criação do Mestrado em Segurança Alimentar na Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra."

Quanto ao seu contributo em particular, o docente da Faculdade de Farmácia da UC considera que terá sido relevante o trabalho desenvolvido "na aproximação entre as Faculdades de Farmácia e os Farmacêuticos no espaço ibero-americano, enquanto vogal da Comissão Executiva da COIFFA (Conferência Ibero-Americana de Faculdades de Farmácia)".

A Academia Ibero-americana de Farmácia, com sede em Sevilha e em Granada, tem como objetivos a investigação em Ciências Farmacêuticas e áreas afins e o incremento das relações entre os farmacêuticos de Espanha e do espaço ibero-americano. Encontra-se dividida em quatro secções subordinadas aos assuntos da Clínica, do Medicamento, da Alimentação e do Meio Ambiente e da História da Farmácia e Legislação Farmacêutica.

A cerimónia realiza-se dia 26 de junho, às 12h30m, na Sala Grande dos Atos da Faculdade de Farmácia de Sevilha (Espanha).




Imprimir



Siga-nos no Instagram