Imunoalergologia: trabalhos de «elevada qualidade» dificultam escolha dos premiados na 37.ª Reunião da SPAIC

Foram 17 os premiados na sessão de encerramento da 37.º Reunião Anual da Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica, que terminou no último domingo. Luís Delgado, presidente da SPAIC, presidiu à mesa onde foram entregues os prémios às melhores comunicações orais e posters, “decisão difícil, tendo em conta a elevada qualidade dos trabalhos”.

Luís Delgado, que termina o seu mandato de presidente em dezembro, mostrou-se satisfeito com a participação dos associados da SPAIC na apresentação de comunicações orais e posters: “Um dos objetivos para este triénio [2014-2016] era a aposta na inovação, com a consequente melhoria contínua da prática clínica. A qualidade dos trabalhos apresentados demonstra que conseguimos.”



Tanto as comunicações orais como os posters estavam divididos por temáticas: asma e rinite/imunoterapia; alergia alimentar, cutânea e anafilaxia; alergia a fármacos; alergia a veneno de himenópteros e látex; aerobiologia e imunodeficiências primárias.

Na sessão de encerramento, Luís Delgado fez um balanço “muito positivo” do evento, que contou com 350 participantes de Portugal e não só”. Aquele responsável realçou o enfoque da reunião nos novos paradigmas da Imunoalergologia, como a mobile health.

E deixou, mais uma vez, um alerta: “Ficou bem patente nesta reunião que a asma e as doenças alérgicas continuam com um diagnóstico e um controlo insuficientes na idade pediátrica, que conduz a mais custos para o sistema de saúde, para o absentismo laboral dos cuidadores e para a perda de qualidade de vida das crianças e jovens.”



Na mesa da sessão de encerramento, para além de Luís Delgado e de Elisa Pedro, que assumirá, dentro de dois meses, a presidência da SPAIC (triénio 2017-2019), marcou presença Carlos Nunes, presidente da Honra da reunião, e ainda Rita Câmara, Pedro Martins e João Fonseca, para além de Ana Morête, na qualidade de presidente da Sociedade Luso Brasileira de Alergia e Imunologia Clínica (SLBAIC).

 


LISTA dos PREMIADOS:

          Comunicações Orais I “Asma e rinite – Imunoterapia”

1.º Prémio - “Elevada sobreposição dos fenótipos de asma no adulto e o seu impacto na doença – estudo transversal de base populacional” 
Rita Amaral

2.º Prémio - “O tipo de refeição, mediterrânica versus fast food, influencia a imunomodulação pós-exercício”
Diana Silva

          Comunicações Orais II – “Alergia alimentar”

1.º Prémio – “Eczema atópico grave e omalizumab – Avaliação após 1 ano de tratamento”
Rita Aguiar

2.º Prémio (Ex-aequo) 

“Motivos de recusa de imunoterapia com veneno de himenópteros”
Leonor Carneiro Leão

“Anafilaxia causada por LTP (lipid transfer proteins): Síndrome heterogénea com apresentação clínica complexa”
Inês Mota

         Comunicações Orais III – “Alergia a fármacos”

1.º Prémio - “Reações de hipersensibilidade em procedimentos invasivos”
Bárbara Kong Cardoso

2.º Prémio – “Provas de provocação a beta-lactâmicos em idade pediátrica – Valor preditivo negativo”
Isabel Rezende

         Posters I – “Alergia alimentar”

1.º Prémio – “Dermatite flagelada - uma história da China”
Natacha Santos

2.º Prémio - “Sem ser frutas, leguminosas, frutos secos e cereais, o que posso comer?”
Sofia Campina Costa

        Posters II – “Alergia a fármacos/Veneno de himenópteros/Látex"

1.º Prémio – “Utilidade dos alergénios moleculares no diagnóstico de alergia a venenos de himenópteros” 
Cíntia Cruz

2.º Prémio – “Omalizumab na imunoterapia com veneno de himenóptero – Caso clínico” 
Tatiana Lourenço 

        Posters III – “Alergia cutânea/Anafilaxia”

1.º Prémio – IGE específica para Malassezia e Candida albicans está associada a maior gravidade da dermatite atópica em adolescentes e adultos”
Cristina Lopes

2.º Prémio - Icatibant: apenas no tratamento de crises de angioedema hereditário?
M. Fernandes

        Posters IV – “Asma”

1.º Prémio – “O que os professores de Educação Física sabem sobre asma – Impacto de um curso de formação”
Rita Câmara

2.º Prémio – “Estudo de prevalência e características clínicas da asma brônquica em crianças de 13-14 anos da província de Luanda, Angola”
Margarida Arrais

        Posters V – “Aerobiologia/Imunoterapia/Imunodeficiências primárias”

1.º Prémio –
“Calendário polínico da região do Alentejo (interior Sul de Portugal)”
Elsa Caeiro  

2.º Prémio – “Sensibilização ao pólen de diferentes cultivares de Oliveira numa população portuguesa”
Rúben Duarte Ferreira

Imprimir