Pediatras discutem estratégias que evitem a dor na prestação de cuidados

“Diálogos na dor” é o lema das XXII Jornadas de Pediatria do Hospital de Santa Maria – Centro Hospitalar Lisboa Norte (CHLN), que se realizam a 21 e 22 de janeiro. De acordo com Maria do Céu Machado, presidente da iniciativa e diretora do Departamento de Pediatria do CHLN, o objetivo da escolha do tema passa por promover “a discussão interdisciplinar sobre os cuidados à criança numa perspetiva moderna, por forma a desenvolver estratégias que evitem o desconforto na prestação de cuidados”.

“É de enorme importância que se aborde a temática da dor em Pediatria, uma vez que não é aceitável que, no século XXI, uma criança sinta os procedimentos médicos dolorosos, se forem evitáveis”, observa Maria do Céu Machado.

Quando questionada acerca do ponto da situação do tratamento da dor em crianças, afirma que se verifica uma evolução significativa, quer na utilização de medicamentos, quer no acompanhamento psicológico. Adianta ainda que, "recentemente, começámos a utilizar protóxido de azoto na urgência pediátrica que, além da analgesia, dá também amnésia para o procedimento".

No decorrer destas Jornadas, vão ser abordadas, tal como refere Maria do Céu Machado, as especificidades de cada grupo etário nesta área da dor aguda e crónica, assim como as terapêuticas para a dor e, ainda, os cuidados paliativos, tudo isto numa ótica multidisciplinar. Especialistas de diversas áreas irão dar as suas perspetivas no que respeita a esta temática em vários contextos, como na Urgência, Neurologia, Gastrenterologia, Cirurgia, Reumatologia e Hematologia.



Focando a questão da humanização de cuidados, que tanto defende, a especialista afirma que esta temática está totalmente relacionada com o tratamento da dor em Pediatria. “Não há humanização se não tivermos atenção ao desconforto de uma criança. Não é aceitável que chore com dor causada por um profissional de saúde”, salienta.

Maria do Céu Machado refere ainda que encara o futuro com otimismo, “como é timbre de Pediatria” e acrescenta: “Haverá mais investigação que nos permite evoluir nesta área”.

Esta quarta-feira vão realizar-se vários cursos satélite, subordinados às temáticas: “Analgesia e sedação em Pediatria”, “Doença metabólica – quem conhece não esquece!”, “Farmacologia clínica pediátrica”, “O que precisa um pré-termo?”, “Patologia musculoesquelética infantil”, “Urgências em Gastrenterologia Pediátrica”.

O programa completo pode ser consultado aqui.
Contacto: departamentodepediatria@chln.min-saude.pt









Imprimir